Patos são mantidos em condições insalubres e sem acesso à água em fazenda de criação


Aves estressadas e em sofrimento foram encontradas sem acesso livre à água na maior instalação de criação de patos no Reino Unido.

Imagens secretas feitas pela ONG de defesa dos direitos animais, Animal Justice Project, mostram patos em duas fazendas de Gressingham, em Norfolk, Inglagterra “sem qualquer enriquecimento de ambiente ou água em ambiente aberto”. As aves estavam alojadas em um galpão que abrigava 6.500 aves, havia 50 bebedores, o que significa 130 patos por bebedor.

“Gritos de desespero”

Funcionários da empresa também foram vistos “grosseiramente” agarrando patos antes de quebrar seu pescoço e jogá-los no chão. Enquanto os patos pareciam “lutar para sustentar o próprio peso de seu corpo e gritavam angustiados enquanto imobilizados”.

Foto: Animal Justice Project
Foto: Animal Justice Project

Os ativistas afirmam: “Alguns patos estavam sendo bicados por outros nas costas, incapazes de escapar. Esses patos estavam sendo obviamente feridos por horas, talvez até dias”.

“Uma vida de miséria”

Em um comunicado enviado ao Plant Based News, a porta-voz da ONG Animal Justice Project, Claire Palmer, disse: “A criação de patos na Grã-Bretanha simboliza tudo o que há de errado com a exploração de animais em escala industrial para consumo”.

“Não precisamos submeter essas aves a uma vida de miséria, nem a nenhum animal. A Animal Justice Project defende uma alimentação vegana e pedimos ao governo que pare de subsidiar essa indústria cruel e desnecessária”.

Denúncias negadas

Segundo o Independent, a Gressingham Foods negou as alegações de que os patos estavam sendo maltratados, afirmando: “Não há evidências de abuso ou negligência por parte da equipe da Gressingham nesta filmagem”.

As redes de supermercados gigantes Tesco e Sainsbury’s, ambos que comercializam carne da Gressingham Food, disseram que estavam “preocupados” com as alegações e “investigarão urgentemente” o assunto.

Todas as conclusões do Animal Justice Project foram enviadas para a Animal and Plant Health Agency ou APHA, agência governamental responsável pelo assunto.

“A indústria de criação de patos não melhorou nada ao longo dos anos, só piorou. É difícil observar cenas de aves agitadas e imundas, feridas nas costas, mas essa é a triste realidade de muitos patos de criação”. As informações são do Plant Based News.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>