Pato é sequestrado e tutor implora para que o animal seja devolvido


Enzo, como é chamado o pato, vivia com Gustavo Henrique há cerca de dois anos e, segundo o tutor, é uma ave muito carinhosa


Um pato foi sequestrado em Itanhaém, no litoral de São Paulo. O animal foi levado por um homem na última terça-feira (17). Desde então, o comerciante Gustavo Henrique de Almeida, tutor do pato, tem implorado para que Enzo, como é chamado, seja devolvido.

Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau

Imagens de uma câmera de segurança registraram o crime. Nelas é possível ver que, após pegar o pato, o homem entra em um carro e foge. As informações são do G1.

A ave era criada em liberdade na casa de Almeida. “Ele nunca ficou preso, inclusive construí um lago para ele no meu quintal. Às vezes ele voava para o lado de fora, ficava 10 minutos na rua e voltava, mas todos os vizinhos da rua já o conheciam, nunca teve problema nenhum, era um pato diferenciado”, disse.

Na terça-feira, ao chegar em casa por volta das 14 horas, Almeida percebeu que o pato não estava no local.

“Vi que ele não estava na rua e nem dentro de casa, então comecei a perguntar para os vizinhos. Foi então que uma funcionária de um restaurante próximo de casa avisou que ele tinha sido levado”, contou.

Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau

“Foi pelas câmeras de um vizinho que a gente descobriu que ele foi furtado. Quando vi o vídeo, comecei a chorar de ódio. A pessoa puxou ele como se fosse uma sacola, com certeza para fazer alguma maldade. Eu brinco que gosto mais dele do que da minha esposa, ela até fica brava comigo, mas só quero que devolvam o Enzo”, completou.

A ave vivia com Almeida há cerca de dois anos. “Todo mundo ficou muito triste com o que aconteceu. Ele era conhecido da vizinhança. As vezes, eu até levava ele para o trabalho comigo, sem coleira nem nada do tipo, era muito carinhoso”, revelou.

O comerciante afirmou que vai acionar a polícia e buscar imagens de outras câmeras para tentar identificar o criminoso.

“A única coisa que eu peço é que devolvam o meu pato, nada além disso”, finaliza Almeida.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>