Tartarugas, arraias e peixes mortos são encontrados presos à rede de pesca


Os animais foram encontrados em uma área de proteção ambiental. Cinco tartarugas sobreviveram e três, que apresentavam sinais de afogamento, precisaram ser resgatadas


Tartarugas, arraias e peixes foram encontrados mortos presos a uma rede de pesca na Praia de Camburi, em Vitória (ES). Os animais foram localizados por ambientalistas na quinta-feira (12).

Foto: Divulgação/Projeto Pegada

O caso aconteceu em uma região denominada Baía das Tartarugas, que começa na Praia de Camburi e vai até a Terceira Ponte. O local é uma área de proteção ambiental marinha, a primeira de Vitória.

“Foi uma sensação de tristeza. O pessoal da canoagem havaiana passou pra gente também sobre a tristeza que eles ficavam, de ter aquele animal morto nas mãos, um animal que quase entrou em extinção, um ser vivo que é pré-histórico. Realmente é muito triste”, afirmou ao G1 o ambientalista João Guilherme Damm.

A região onde os animais foram encontrados mortos foi batizada de Baía das Tartarugas por conta da presença constante desses animais no local.

“Infelizmente isso acontece todos os dias”, lamentou João Guilherme.

Foto: Divulgação/Projeto Pegada

Foram encontradas cerca de 15 tartarugas presas à rede. Cinco estavam vivas e duas puderam ser devolvidas à natureza imediatamente. As outras três sobreviventes precisaram ser resgatadas para receberem cuidados. Elas foram levadas para o Centro de Reabilitação de Animais Marinhos.

As tartarugas resgatadas serão mantidas em observação porque apresentaram sinais de afogamento. Elas estão sendo medicadas.

Os corpos dos animais que morreram serão submetidos a exames para que se tente descobrir a causa das mortes.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR

TAILÂNDIA

ESTUPIDEZ HUMANA

POLUIÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>