Cães explorados em rinha são resgatados e cerca de 40 pessoas são presas


Foram encontrados 19 cachorros feridos no local e o corpo de um cão que foi assado para ser consumido pelos participantes da rinha


A Polícia Civil desarticulou uma rinha de cachorros em Mairiporã (SP) neste sábado (14). Cerca de 40 pessoas foram presas e 19 cães foram resgatados, todos da raça pit bull. Um cão foi encontrado morto.

Foto: Marcelo Assunção/ TV Globo

Os cachorros estavam bastante machucados e ficaram sob escolta policial durante o resgate. Eles foram encontrados em uma chácara. As informações são do G1.

A polícia prendeu dois apostadores peruanos, dois mexicanos e um norte-americano. Um policial militar também foi detido. Todos foram encaminhados à Delegacia de Crimes Contra o Meio Ambiente.

O crime foi descoberto graças a uma parceria com a polícia do Paraná, onde vive o responsável por criar os cães e entregá-los para os organizadores das rinhas, que eram combinadas via WhatsApp e realizadas em uma chácara alugada na zona rural de Mairiporã.

Foto: Marcelo Assunção/ TV Globo

Além dos cães vivos, o corpo de um cachorro assado foi encontrado no local. A carne do animal teria sido servida para os participantes, segundo o delegado que comandou a investigação.

No local, foram localizados dois adolescentes, de 12 e 14 anos, que foram deixados para trás pelo pai, que fugiu assim que os policiais chegaram. O homem ligou para a mãe dos meninos para que ela os buscasse na delegacia, segundo a polícia.

As pessoas que foram presas irão responder pelos crimes de maus-tratos a animais com agravante de morte, prática de jogos de azar e associação criminosa.

Foto: Divulgação Polícia Civil
Foto: Marcelo Assunção/ TV Globo

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA

ATROCIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>