Crueldade

Milhares de cangurus são baleados e mortos na Austrália

Caçadores de cangurus comerciais contratados têm matado cerca de 100 mil animais todos os anos na última década, o governo alega que o país sofre com o caos de uma superpopulação dos marsupiais

Foto: Shutterstock/K.A. Willis

Os cangurus são um símbolo da Austrália reconhecido em todo o mundo.

Mas, pela primeira vez, os marsupiais nativos da Ilha dos Cangurus (Austrália) serão mortos a tiros por caçadores comerciais (pagos para matar animais), apesar de um grande número de indivíduos da espécie ter sido destruído pela seca recente.

Funcionários dos território chamado de Austrália do Sul adotaram medidas extremas e cruéis para combater o que chamam de “superpopulação de cangurus”.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Eles alegaram, tentando defender o indefensável, que os animais são um perigo para os motoristas e pressionam o meio ambiente assim como a indústria agrícola.

Foto: Shutterstock/LCAT Productions

Atiradores comerciais, já têm luz verde para matar os animais na maior parte do sul da Austrália e agora poderão matá-los nas penínsulas de Adelaide Hills, Fleurieu e Yorke, no meio do norte, na Ilha dos Cangurus e no sudeste do país a partir de janeiro.

Ao mesmo tempo em que os cangurus estão no brasão de armas da Austrália, infelizmente eles são considerados uma praga em certas áreas, conforme a seca diminui os habitats com grama nas regiões.

“Embora as recentes condições de seca tenham resultado em um declínio natural do número de cangurus no norte da do sul da Austrália, os números populações permanecem altos na maioria das áreas agrícolas do estado”, disse o ministro do Desenvolvimento Regional, Tim Whetstone, ao The Advertiser.

Foto: Shutterstock/Payless Images

O Ministro culpa os animais indefesos por pressionarem a indústria agrícola, o meio ambiente, a qualidade de vida dos moradores e representar um perigo para os motoristas.

Os cangurus estão se movendo para o sul, mais do que o habitual, na tentativa de evitar a seca.

Em novembro, a matança de cangurus em Queensland foi interrompida depois que milhões de animais morreram de fome em uma seca terrível que assolou a região.

Foto: Getty Images

Tendo adotado a morte como solução para a questão e ignorando qualquer direito à vida dos animais, todos os anos a Austrália tem uma cota estabelecida de mortes para ajudar a gerenciar a população de cangurus, mas esse número raramente é alcançado.

Mas a RSPCA (ONG de proteção animal) alertou que os programas de morte de cangurus costumam levar em consideração apenas o tamanho da população e não se baseiam em provas concretas se os cangurus realmente causam danos.

A entidade disse: “São estabelecidas cotas para as mortes comerciais de cangurus que não mais relacionam a redução da população diretamente à mitigação de danos”.

Foto: Shutterstock/AdrianoK

Os planos de gerenciamento das populações de cangurus do país tratam os amimais como um recurso sustentável disponível para uso comercial: “Dados os impactos da seca e das mudanças climáticas, há um debate sobre o efeito da atual abordagem do uso sustentável sobre as futuras populações de espécies exploradas comercialmente”.

Segundo a organização, mais recursos devem ser alocados para soluções não-letais de gerenciamento de cangurus.

A RSCPA acrescentou que o manejo de cangurus deve se concentrar mais no “valor intrínseco que a comunidade atribui à vida selvagem australiana”.

Caçadores de cangurus têm matado cerca de 100 mil animais todos os anos na última década.

O número mais alto foi em 1995, quando foram mortos covardemente mais de 360 mil animais indefesos.

A meta do ano passado foi de 730 mil cangurus, mas felizmente essas metas nunca são cumpridas à risca.

A Ilha dos Cangurus atrai turistas de todo o mundo para ver os animais de perto, além de possuir uma população abundante de leões-marinhos.

Mais de 200 mil visitantes vêm à ilha a cada ano, acessível por balsa ou avião.

Estimativas nacionais colocam o número de cangurus entre 40 e 50 milhões de indivíduos da espécie.

Em outra ação absurda, as autoridades têm feito lobby para que as pessoas comam mais carne canguru esperando assim “encontrar um bom uso para a população abundante”.As informações são do Daily Mail.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui