Gatinha resgatada ajuda a salvar a vida de tutora e vizinhos do fogo


Foto: Danielle Schafer
Foto: Danielle Schafer

Danielle Schafer estava dormindo em seu apartamento uma noite no mês passado, quando sua gata, Kitty, subitamente a atacou pulando sobre ela.

“Ela pulou com tudo em cima de mim e eu acordei assustada”, disse Schafer ao The Dodo.

Schafer havia se mudado recentemente para o apartamento em Lansing, Nova York (EUA), enquanto frequentava seu último ano de escola de veterinária na Universidade de Cornell.

A dupla é inseparável desde que Schafer resgatou Kitty há cinco anos, pegando-a quando era uma gatinha feroz que morava na beira da estrada: “Eu não pretendia ficar com ela”, disse Schafer. “Eu estava tentando encontrar um bom lar e uma família para Kitty”.

Foto: Danielle Schafer
Foto: Danielle Schafer

Mas os olhos doces e a expressão gentil da gatinha conquistaram seu coração. E enquanto Kitty, às vezes, dormia ao lado de Schafer todas as noites, ela geralmente não tentava acordá-la.

Então, naquela noite, sonolenta e com os olhos embaçados, Schafer tentava descobrir o que estava acontecendo com Kitty para ela estar agindo daquela forma. Então Schafer ouviu uma enorme explosão do lado de fora de seu apartamento.

A explosão alta assustou Kitty. A gata imediatamente pulou e correu para fora da cama.

Schafer então correu para a porta da frente.

Foto: Danielle Schafer
Foto: Danielle Schafer

“Vi enormes chamas vermelhas, fumaça e fogo”, disse ela. “Comecei a correr de volta para o meu quarto na mesma hora”.

Quando voltou para o quarto, não encontrou Kitty. Schafer sabia que elas tinham que sair do apartamento imediatamente.

“Eu estava gritando, Kitty! Gatinha! Kitty! Foram meus gritos de gelar o sangue que provavelmente a deixaram mais assustada”, disse Schafer.

Com o fogo intenso e abrasador bloqueando a porta da frente, Schafer tentou encontrar outra rota de fuga.

Foto: Danielle Schafer
Foto: Danielle Schafer

“Eu estava tentando destrancar as janelas do meu quarto, mas elas não abriam. A fumaça estava chegando. Comecei a chorar porque não conseguia encontrar minha gata”.

Schafer fechou a porta do quarto e, vestindo apenas o pijama, saiu correndo pela última saída que tinha – uma porta do pátio, também cercada por chamas.

“Corri pelo meio do fogo e da fumaça”, disse ela. “Eu estava gritando: Socorro! Socorro! Socorro! Socorro! Minha gata está aqui no meio do fogo”.

Um homem então chutou a janela do quarto e quebrou o vidro. “Eu queria voltar, mas ele me agarrou e disse: ‘Você não pode voltar lá! Você vai morrer!'”.

Schafer estava tão concentrada em salvar Kitty que não percebeu a rapidez com que o fogo se espalhou. Ela olhou para cima e viu que todo o seu prédio estava agora envolvido em chamas.

Enquanto ela ficou parada, atordoada, os pais de duas crianças pequenas que moravam no segundo andar abriram a janela pedindo ajuda. Eles não podiam sair pela porta da frente por causa do incêndio.

Foto: Danielle Schafer
Foto: Danielle Schafer

“Havia uma família inteira presa em seu apartamento. Eles deixaram um bebê para que eu segurasse e o outro para o homem segurar”, conta.

Ela correu com a criança nos braços para um estacionamento próximo e logo os pais se reuniram com seus filhos.

Schafer acredita que seus gritos para encontrar Kitty pode ter sido o que despertou alguns moradores, pois a tutora não se lembra de ouvir alarmes de incêndio tocando.

Quando os bombeiros chegaram, Schafer implorou desesperadamente que eles salvassem Kitty: “Eu disse que ela deveria estar escondida e assustada”.

As equipes de resgate prometeram que tentariam encontrar sua gatinha. As autoridades convenceram Schafer e os outros moradores a irem para um hotel próximo enquanto os bombeiros lutavam contra o incêndio.

Schafer foi ao hotel e uma amiga trouxe suas roupas. Mas assim que o sol apareceu, Schafer voltou para o apartamento. Seu coração afundou quando ela viu que o prédio havia sido reduzido a escombros fumegantes.

Foto: Danielle Schafer
Foto: Danielle Schafer

O fogo consumiu quase tudo o que Schafer tinha no apartamento, mas ela se apegou à esperança de que Kitty tivesse sobrevivido.

Então ela ouviu um bombeiro dizendo: “Cadê aquela garota? Cadê aquela garota? ”.

“Ele estava segurando Kitty! Foi como um filme. Foi fantástico! Ela estava nos braços dele. Kitty olhou para mim como se estivesse brava porque estava nos braços de um desconhecido”.

“Eu entrei no que restava do apartamento dela”, disse Brad George, vice-chefe do Departamento de Bombeiros de Lansing e responsável pelo resgate de Kitty, ao The Dodo: “Abri a porta do quarto e vi a cama e os travesseiros contra a parede. Comecei a puxar os travesseiros para trás bem devagar e vi o pelo preto. Ela estava respirando. Eu pensei ‘Ela está viva!’.”

George colocou Kitty em seu casaco e a levou para Schafer. E foi aí que a tutora ficou sabendo da incrível série de eventos que ajudaram a salvar sua gata.

Quando Schafer fechou a porta do quarto, diminuiu o fogo – cuja causa ainda está sob investigação. Quando o homem quebrou a janela de Schafer, criou uma abertura para que o ar fresco entrasse.

E quando Kitty se enterrou nos travesseiros de Schafer, para se esconder, o pano pode ter ajudado a filtrar o ar que a gatinha respirava.

Foto: Danielle Schafer
Foto: Danielle Schafer

Schafer levou Kitty à sala de emergência veterinária da Universidade de Cornell, onde a felina passou vários dias se recuperando: “Os médicos disseram que era um milagre que ela estivesse viva. Ela é um milagre”.

Agora Schafer quer agradecer ao homem misterioso que respondeu aos seus pedidos desesperados e quebrou a janela tentando encontrar Kitty: “Eu não tenho ideia de quem ele é. Sou muito grata a ele. Lembro-me dele estar lá”.

E acima de tudo, Schafer dá a Kitty o crédito por salvar muitas vidas naquela noite:

“Se ela não tivesse me acordado, não sei se eu estaria aqui agora. Ela me acordar foi exatamente o que me ajudou a salvar os outros. Eu acho que Deus estava assistindo. Ele colocou essas pessoas e esses animais na minha vida por uma razão. Eu salvei Kitty. Ela me resgatou. Então eu a salvei de volta”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RECOMEÇO

CONSCIÊNCIA

DESAMPARO

COVARDIA

APOIO COLETIVO

CONSCIENTIZAÇÃO

MISSÃO

SÃO SEBASTIÃO (SP)

DEMANDA CRESCENTE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>