Espécie ameaçada

Tubarão mais rápido do mundo encalha em praia de Mongaguá (SP)

Foto: Arquivo Pessoal

O Instituto Biopesca foi acionado para resgatar o tubarão, mas o animal morreu antes da equipe chegar


Um tubarão anequim, considerada a espécie de tubarão mais rápida do mundo, encalhou em uma praia de Mongaguá, no litoral de São Paulo, na quarta-feira (27).

Foto: Arquivo Pessoal

O animal, que tem cerca de 35 kg e 1,3 metro de comprimento, foi encontrado por Juliano Fernando de Almeida, de 42 anos.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

“Eu achei que ele estava morto, mas quando cheguei perto o tubarão se mexeu, estava agitado, mas muito debilitado”, disse. Com a ajuda de outras pessoas, Juliano retirou o animal do local e acionou o Instituto Biopesca.

Ao chegar no local, a equipe do instituto já encontrou o animal morto. As vísceras do animal foram retiradas e serão encaminhadas para autópsia.

“Foi uma emoção muito grande. Não é normal aparecer [um tubarão desses] aqui na nossa costa, então não é todo dia que a gente vê essa cena. Agora estamos aguardando a análise do Biopesca para saber o que fez com que ele encalhasse na praia”, finalizou.

Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com o biólogo Eric Comin, o tubarão anequim vive longe do litoral, de onde se aproxima no verão devido a uma maior oferta de alimentos e ao período de reprodução. O animal pode medir até 3,5 metros de comprimento e pesar 500 kg.

“Esse animal muito provavelmente se tratava de uma fêmea que estava atingindo a maturidade. São os tubarões mais rápidos do oceano, podem chegar até 100 km/h”, explicou.

“É importante ressaltar, no entanto, que são animais extremamente vulneráveis a extinção, e a principal causa é a pesca. Muitos ficam presos em redes de espinhel ou de malhe e são descartados, ficando muito debilitados”, completou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui