Abuso

Tartarugas são encontradas com suásticas pintadas em seus cascos

A polícia descobriu os animais após denúncia de moradores da região. Os répteis foram resgatados, a tinta será removida e eles serão realocados na natureza

TWITTER/MICHAEL SPEARS
TWITTER/MICHAEL SPEARS

Duas tartarugas foram resgatadas de um lago após denúncias de que haviam sido vítimas de abuso chegarem até as autoridades: os animais tiveram suásticas nazistas pintadas em seus cascos.

Os répteis foram vistos no dia 4 de novembro no Parque Gene Coulon Memorial Beach, em Renton, estado de Washington, EUA, mas só foram recuperadas dia 12, segundo a polícia de Renton.

Foi confirmado que a espécie não é nativa do lago e as tartarugas foram deixadas no parque de propósito.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A descoberta chocante causou indignação entre os locais e provocou uma manifestação contra o ódio no parque no fim de semana.

A Liga Anti-Difamação do Noroeste do Pacífico twittou na quinta-feira (07): “Duas tartarugas foram avistadas com seus cascos pintados com o que parece ser suásticas em tintas brilhantes, no Gene Coulon Memorial Beach Park”.

“Este ato desumano e ofensivo não tem lugar em nossa comunidade”, dizia o post.

Foto: Renton Police Department
Foto: Renton Police Department

Chad Cashman-Crane, um dos organizadores da manifestação, disse ao Renton Reporter que a marcha é para demonstrar repúdio às duas questões – tratamento dado à vida selvagem e símbolos/discurso de ódio.

Ele disse: “Esperamos que, como comunidade, as pessoas apareçam e digam fortemente que isso não é aceito”.

“A manifestação é sobre sair e defender os animais, nossos parques e contra o ódio”.

As tartarugas terão suas conchas limpas e serão realocadas em um ambiente seguro, disse a polícia de Renton.

Alguns moradores locais afirmaram que as tartarugas estão no lago há anos e sugeriram que elas faziam parte de uma família.

Cindy Jaeger explicou: “Havia um total de quatro delas tomando sol no tronco neste verão. As outras duas eram menores”.

Foto: Q13 News
Foto: Q13 News

“Parecia uma família. As duas que foram resgatadas estão no lago há alguns anos”, disse ela.

Autoridades de vida selvagem no estado da Flórida alertaram as pessoas para não pintarem os cascos das tartarugas depois de incidentes semelhantes acontecerem em parques locais em 2016, informou o USA Today.

A tinta pode prejudicar a capacidade das tartarugas de absorver vitaminas do sol e causar problemas respiratórios.

Também é possível que os produtos químicos tóxicos da tinta entrem na corrente sanguínea das tartarugas causando até sua morte.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui