Estudo

Poluição sonora gerada por humanos ameaça a sobrevivência de animais

Reprodução/Pixabay/thomasgitarre

Os ruídos prejudicam anfíbios, pássaros, peixes, mamíferos e répteis


Um estudo publicado na revista Biology Letters concluiu que a poluição sonora gerada pelos seres humanos prejudica os animais marinhos e terrestres.

Reprodução/Pixabay/thomasgitarre

Os animais se comunicam para compartilhar informações sobre diversas questões, como escolher um parceiro ou avisar a família sobre ameaças de predadores. Quando essa comunicação é prejudicada por barulhos externos, a sobrevivência desses animais fica ameaçada.

De acordo com a pesquisa, a poluição sonora prejudica anfíbios, pássaros, peixes, mamíferos e répteis. Além de impedir que os animais fujam de predadores, os ruídos atrapalham a busca por presas. As informações são da revista Galileu.

Para encontrar abrigos, as larvas de peixes se guiam pelo sons emitidos pelos recifes. Com a poluição sonora, provocada no mar especialmente por navios, essas larvas têm dificuldade de encontrar recifes adequados e muitas acabam escolhendo ambientes ruins, o que reduz seu tempo de vida.

Morcegos e corujas encontram problemas para caçar devido aos ruídos, já que se guiam pelo som das presas para buscar alimento. Isso leva as espécies a demorar mais tempo para conseguir comer, o que pode levá-las à morte.

As aves, que evitam regiões com ruídos na hora de escolher locais para se abrigar e criar seus filhotes, têm a migração prejudicada pela poluição sonora. Com a mudança na distribuição das espécies, a saúde do meio ambiente pode ser afetada, já que um animal depende do outro para equilibrar a natureza.

“O estudo fornece evidências significativas de que a poluição sonora deve ser considerada uma forma séria de mudança e poluição ambiental provocada pelo homem, ilustrando como isso afeta espécies aquáticas e terrestres”, afirmou em comunicado Hansjoerg Kunc, da Escola de Ciências Biológicas da Universidade de Queen’s Belfast, que é autor da pesquisa.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui