Procura-se

Menino de 8 anos coloca desenhos em postes para procurar gata desaparecida

Foto: Reprodução/ Facebook

João Eduardo, de 8 anos, está decidido a encontrar Lola, sua gata que desapareceu no sábado (27) em Blumenau (SC). Para isso, ele fez dezenas de cartazes, nos quais desenhou a gata, e colocou em postes da região onde mora.

Foto: Reprodução/ Facebook

O caso sensibilizou a estudante Ana Lucia Fagundes, de 17 anos, que decidiu fotografar um dos cartazes e publicar a imagem na internet para aumentar seu alcance.

“Tem um garotinho colando isso em vários postes aqui do bairro! Ele fez tudo a mão e está muito triste atrás da gatinha. Se alguém achar um gatinho laranja aqui pela Escola Agrícola/Água Verde (Blumenau) , por favor entrar em contato comigo!”, escreveu Ana.

“Na verdade eu sei a agonia que é perder um animal, meus cachorros são bem fujões. Só queria poder dar uma ajudinha para o menino, mas acabou que todo mundo se dispôs a ajudar”, explicou ao G1.

A publicação repercutiu e a família de João foi até a casa da estudante para agradecer o apoio.

De acordo com Clareana Siebert, mãe do menino, a gata tem 4 anos e é tutelada pela avó de João, que tem outros dois gatos.

Foto: Arquivo Pessoal

“Ele ficou realmente muito triste quando percebeu que a Lola não voltou. Notamos que ela tinha desaparecido na noite de sábado, mas pensamos que ela tinha apenas ido dar um passeio, ela é uma fujona. Mas, desta vez ela não voltou. No domingo, ele resolveu fazer os desenhos e fomos durante a tarde a pé colando nos postes do bairro”, disse.

Para o desenho, foi usada uma foto antiga da gata como inspiração. “Quando a Lola fugiu estava com a pelagem tosada no corpo. A carinha, as patinhas e o rabo estão peludinhos”, afirmou.

“Ela é muito arisca e foge de quem não conhece. Queremos muito encontrar a Lola e trazer ela pra casa”, completou.

Nota da Redação: a ANDA orienta os tutores de gato a nunca permitir que eles tenham acesso à rua. É de extrema necessidade colocar telas nas janelas ou nos quintais para impedir que gatos consigam transitar sozinhos pela rua. Além do risco de desaparecerem, eles podem ser envenenados, agredidos e atropelados.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui