Abertura de precedente

Marca de produtos livres de testes em animais chega à China

A marca de produtos de cuidados com a pele Bulldog será a primeira empresa internacional da categoria a comercializar produtos não testados em animais na China

“Por meio do nosso projeto, os produtos da Bulldog serão supervisionados para garantir que não sejam submetidos a testes em animais na China” (Foto: Divulgação)

A marca de produtos de cuidados com a pele Bulldog será a primeira empresa internacional da categoria a comercializar produtos não testados em animais na China. A conquista, segundo a organização Cruelty Free International (CFI), é resultado de um projeto em parceria com a empresa Knudsen & Co, com o Parque Industrial de Fengpu, no subdistrito de Xangai, e com a Beauty Valley.

A CFI explica que a proposta é parte da campanha Leaping Bunny China, que visa garantir que empresas comercializem produtos não testados em animais no país.

“Por meio do nosso projeto, os produtos da Bulldog serão supervisionados para garantir que não sejam submetidos a testes em animais na China em nenhum momento durante o seu ciclo de produção”, informa. A previsão é de que os produtos de cuidados com a pele estejam disponíveis no mercado chinês até o final de 2019.

O fundador da Bulldog Skincare, Simon Duffy enviou um comunicado informando que jamais considerariam comercializar na China se um projeto como esse não estivesse em andamento. “Sempre nos desafiamos a fazer escolhas éticas quando se trata do bem-estar animal. Mesmo com a tentação enorme do mercado chinês, decidimos que nunca comprometeríamos nossa posição em relação aos testes em animais.”

E acrescentou: “É fantástico que esse projeto tenha permitido que entrássemos na China mantendo nosso status de livre de crueldade. Esperamos que o sucesso desse esquema pavimente o caminho para que mais marcas internacionais e livres de crueldade sejam vendidas por lá.”


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui