Negócio insustentável

Maior produtor de leite dos Estados Unidos anuncia falência

Após anos de prejuízo e dívidas acumuladas relatadas ao mercado devido à queda nas vendas de leite, a Dean Foods pede a falência e procura vender a empresa

Foto:: Ioan Panaite/FineArtAmerica
Foto:: Ioan Panaite/FineArtAmerica

A gigante de laticínios Dean Dallas, a maior produtora de leite e derivados dos Estados Unidos, deu entrada na terça-feira, 12 de novembro, em um pedido de falência no judiciário do país. A Dean Dallas planeja usar os procedimentos legais de proteção à falência para continuar operando e quitar sua dívida à medida em que procura vender a empresa.

A Dean Dallas garantiu 850 milhões de dólares em financiamento para devedores em posse – um tipo de financiamento para empresas em dificuldades financeiras – para continuar as operações enquanto discute uma possível venda para a Dairy Farmers of America Inc., uma cooperativa de laticínios. Dean Foods diz que não conseguiu escapar dos efeitos do declínio do leite conforme os consumidores buscam alternativas à base de vegetais.

“Apesar dos melhores esforços para tornar nossos negócios mais ágeis e econômicos, continuamos sendo impactados por um ambiente operacional desafiador, marcado por contínuos declínios no consumo de leite”, disse Eric Beringause, CEO da Dean Foods à CNN.

Nos sete dos últimos oito trimestres, a Dean Foods registrou uma enorme perda líquida. Em 2017, a empresa registrou uma queda de 91% nos lucros e, em 2018, interrompeu repentinamente seus contratos com dezenas de fornecedores de laticínios.

Para compensar as perdas, a Dean Foods tentou redirecionar seus negócios para suas participações em empresas que produzem alimentos à base de vegetais, principalmente a marca vegana Good Karma Foods, da qual detém participação majoritária.

O pedido de falência da empresa ocorre quando os produtores de leite do país estão lutando para se adaptar às mudanças no mercado de leite. No mês passado, a mais antiga fazenda de gado leiteiro da Califórnia, Giacomazzi Dairy, fechou após mais de 125 anos de operação, para se concentrar no cultivo de amêndoas.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui