Austrália

Especialistas consideram coalas funcionalmente extintos após morte em massa nos incêndios

Com cerca de 80% de seu habitat destruído pelas chamas, que já havia sido atingido por uma prolongada seca e desmatamento, a espécie, já ameaçada, pode ter perdido mais de mil animais desde o início do fogo

Foto: Visual China Group
Foto: Visual China Group

Incêndios devastadores na Austrália deixaram os coalas “funcionalmente extintos” agora, de acordo com especialistas na espécie. Estima-se que mil coalas morreram devido as chamas que assolaram partes do leste da Austrália por semanas.

Equipes de bombeiros tentam resgatar animais selvagens ferido e imagens comoventes mostrando coalas queimados e ensanguentadas desesperados por água correram o mundo nas últimas semanas.

Deborah Tabart, presidente da Australian Koala Foundation, disse que os incêndios destruíram 80% do habitat dos coalas, que já foi atingido por uma prolongada seca e desmatamento. Tabart disse ao Daily Mail: “Se combinarmos todas as mortes estimadas de coalas nos incêndios, pode ser que mil deles foram mortos nos últimos dois meses”.

Foto: Reuters
Foto: Reuters

Tabart disse também que os eucaliptos – a principal fonte de comida dos coalas – podem levar “meses para voltar a crescer”, e ela pediu ao primeiro-ministro australiano Scott Morrison que tome medidas em relação ao problema.

No início deste mês, Tabart explicou o que significa uma espécie ser funcionalmente extinta. Ela disse ao news.com.au: “Funcionalmente extinto significa que um coala que vive hoje pode ter um filhote e esse bebê quando crescer pode ou não ter um filhote, se não tiver, ele está funcionalmente extinto”.

“Achamos que não há mais de 16 a 18 mil coalas em NSW (Nova Gales do Sul). Portanto, perder uma população desse tamanho em uma fortaleza protegida é desastroso”, desabafa Tabart.

Foto: Reuters
Foto: Reuters

Com uma população tão pequena, o coala não pode desempenhar um papel significativo no seu ecossistema, o que torna improvável a viabilidade a longo prazo das espécies. Uma vaquinha online arrecadou para os coalas feridos mais doações do que qualquer outra campanha na plataforma GoFundMe daquele país este ano.

Uma página de financiamento coletivo criada pelo Hospital Port Macquarie Koala para fornecer estações automáticas de água potável para os animais tinha o objetivo de alcançar 25 mil dólares.

Foto: Koala Hospital Port Macquarie/Facebook
Foto: Koala Hospital Port Macquarie/Facebook

Porém, em algumas semanas, as doações ultrapassaram 1 milhão de dólares, tornando-se a segunda maior campanha de angariação de fundos do país desde que o GoFundme foi lançado lá em 2016. Mais de 700 vaquinhas online para arrecadar fundos relacionados aos incêndios florestais foram lançadas na plataforma nos últimos 10 dias, elevando o valor total a mais de 1 milhão de libras.

Foto: Reuters
Foto: Reuters

No entanto, a campanha “Ajude os coalas sedentos devastados pelos recentes incêndios” atraiu mais atenção, com doações generosas de pessoas de todo o mundo arrecadando 1.260.180 dólares.

Até agora, as chamas mataram seis pessoas, devastaram centenas de casas e queimaram cerca de 1,5 milhão de hectares (3,7 milhões de acres) de terra desde outubro.

O hospital de coalas, ao norte de Sydney, resgatou 31 coalas dos incêndios nas últimas semanas e disse que foi “alvo da bondade, bons desejos e apoio da comunidade australiana e internacional”.

Foto: AAP
Foto: AAP

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui