Conscientização

Dia do Tamanduá faz alerta sobre a necessidade de preservar espécies

Tamanduá-bandeira (Foto: Carlos Alberto Coutinho/TG)

Vítimas da caça, do desmatamento e de atropelamentos, os tamanduás precisam da proteção da sociedade para que possam sobreviver


Hoje, 29 de novembro, comemora-se o Dia do Tamanduá. A data tem como objetivo incentivar a preservação das três espécies do animal: o tamanduá-bandeira, o tamanduá-mirim e o tamanduaí.

Tamanduá-bandeira (Foto: Carlos Alberto Coutinho/TG)

O tamanduá-bandeira é característico de campos naturais e do cerrado. Ele pode pesar até 40 kg. Peso bem diferente do tamanduá-mirim, que tem no máximo 7 kg e está presente em todos os biomas brasileiros. Já o tamanduaí pode ser encontrado do sul do México ao Brasil central. O animal pesa cerca de 400 gramas.

Esses animais são vítimas da caça, do desmatamento e dos atropelamentos registrados em rodovias. Esses fatores prejudicam especialmente o tamanduá-bandeira, que é o mais ameaçado entre as três espécies. Cerca de 30% de sua população foi extinta nos últimos 10 anos. Além disso, a espécie tem uma reprodução lenta, com nascimento de apenas um filhote por ano, por conta de seus hábitos solitários.

Tamanduá-mirim (Foto: Rudimar Narciso Cipriani)

Diante deste cenário, o Dia do Tamanduá foi criado para conscientizar a população sobre a necessidade de proteger as espécies, facilitando a sobrevivência desses animais.

Para ajudar a preservar os tamanduás, a sociedade pode auxiliar as autoridades com denúncias sobre casos de caça, dirigir com cautela para evitar atropelamentos e adotar hábitos sustentáveis para não colaborar com empresas que promovem o desmatamento, dentre elas as fabricantes de carne, que desmatam grandes áreas para criar pasto para os animais e plantar grãos para alimentá-los.

Tamanduaí (Foto: Karina Theodoro Molina)

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui