Mudanças Climáticas

Conselho de Veneza é inundado minutos após rejeitar ação de combate à crise do clima

Os conselheiros estavam debatendo o orçamento regional para 2020 no Palácio Ferro Fini, quando a água começou a invadir o local por volta das 22h

Foto: Andrea Zanoni/Facebook
Foto: Andrea Zanoni/Facebook

Os conselheiros estavam debatendo o orçamento regional para 2020 no Palácio Ferro Fini, em Veneza, Itália, na terça-feira (12), quando a água começou a entrar e subir por volta das 22h (horário italiano).

Andrea Zanoni, vereador do Partido Democrata e vice-presidente da comissão de meio ambiente, foi ao Facebook falar sobre as inundações.

Ele escreveu: “Ironicamente, a sala inundou dois minutos após a Liga Majoritária, os Irmãos da Itália e a Forza Italia terem rejeitado nossas emendas para combater as mudanças climáticas”.

Combate ao aquecimento do clima

Segundo Zanoni, as emendas incluíam “financiamento proposto para fontes renováveis, para colunas elétricas, para a substituição de ônibus a diesel por outras alternativas mais eficientes e menos poluentes e para financiar os pactos dos prefeitos para garantir energia sustentável e combater as mudanças climáticas, além de reduzir o impacto do plástico, etc”.

Ele acrescentou que todas essas emendas estavam sendo propostas porque o presidente regional do Veneto, Luca Zaia, membro do Partido da extrema direita, estava apresentando um orçamento “sem ações concretas para combater as mudanças climáticas”.

“’Uma mentira”

O presidente do Conselho, Roberto Ciambetti, do Partido da Liga, negou essas acusações em comunicado à CNN, dizendo: “Além da propaganda e da leitura enganosa, estamos votando (a favor) um orçamento regional que gastou € 965 milhões nos últimos três anos na luta contra o ar. poluição, poluição atmosférica, que é um fator determinante nas mudanças climáticas.

“Dizer que não fazemos nada é mentira. Somos uma região que após a enchente de 2010 lançou um plano para salvaguardar a segurança hidrogeológica por um custo total de 2,6 bilhões de euros, um valor exorbitante para as finanças regionais”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui