Vazamento

Aves migratórias são atingidas por óleo em área de proteção ambiental

Desde a chegada do óleo no Nordeste, 409 locais foram atingidos em todos os estados da região e pelo menos 95 animais morreram em oito estados


Aves migratórias foram afetadas pelo óleo que atingiu o Nordeste há mais de dois meses. Os animais estavam na Área de Proteção Ambiental Litoral Sul (Apa-Sul), no Sergipe, quando foram vítimas do petróleo.

Foto: Serhma/Governo de Sergipe

Pesquisadores da Universidade Federal da Bahia resgataram 353 animais entre os dias 1 e 3 de novembro. Desses, pelo menos 12 foram afetados pelo óleo e apresentam vestígios nas patas, o que indica que o contato ocorreu na areia e não no mar, segundo o biólogo e gestor da APA Sul, Paulo César Umbelino.

A suspeita é de que o contato tenha ocorrido em bancos de areia do Rio Real, na divisa entre Sergipe e Bahia – área considerada de interesse global para conservação pela ONG BirdLife International.

Foto: Serhma/Governo de Sergipe

Os animais atingidos migram do hemisfério norte para se alimentar e se reproduzir na ilha da Sogra, na cidade de Estância, que abriga 48% do território da Apa-Sul. Eles foram resgatados entre os dias 1º e 3 de novembro por estudantes da UFBA, servidores da Sedurbs (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade) e da Sehrma (Superintendência Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente).

Criada em 1993, a Apa-Sul abriga cerca de 100 mil aves, sendo 10 mil migratórias. No local, vivem aves de três famílias e 35 espécies, sendo três ameaçadas de extinção.

Desde a chegada do óleo no Nordeste, 409 locais foram atingidos em todos os estados do Nordeste e pelo menos 95 animais morreram em oito estados.  As informações são do jornal Folha de S. Paulo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui