Sem crueldade

Ator Emiliano d’Avila abre restaurante vegano em São Paulo

O artista decidiu abrir o restaurante para mostrar que é possível se alimentar bem sendo vegano, saboreando comidas gostosas, e para fazer ativismo, propagando o veganismo por meio da alimentação


O ator Emiliano d’Avila, de 33 anos, abriu um restaurante vegano em sociedade com sua irmã, Joana, há dois meses em São Paulo. O “Vegamo”, como é chamado o estabelecimento, foi uma forma encontrada pelo artista de fazer ativismo em prol dos animais.

Reprodução/Instagram/@emiliano.davila

“O restaurante é uma forma de ativismo meu. Depois que virei vegano, fiquei com vontade de reverberar essa causa – é importante as pessoas verem que isso é possível e prazeroso. Sabemos que ter uma experiência ruim com uma comida vegana pode ser desastroso”, disse o ator ao jornal Folha de S. Paulo.

No local, são servidos pratos como macarrão à carbonara, hambúrguer, strogonoff de cogumelos e feijoada com linguiça e torresmo vegetais. Há ainda sobremesas como sorvete de coco queimado com creme de avelã, cheesecakes e brownies.

“Eu me coloquei no papel do cliente, porque não há nada mais importante do que ele sair do restaurante satisfeito e gostando do que comeu”, afirmou. Segundo ele, a comida vendida no restaurante tem rendido elogios do público.

Emiliano se tornou vegano há cerca de três anos, após conversas com a namorada Natália Rosa. Assistir documentários, como “Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade” (Netflix), também ajudou o ator na transição para o veganismo.

“Comia carne naturalmente por entender que isso fazia parte da natureza. Tive que rever todo o hábito de uma vida, perceber que a educação alimentar que eu tinha tido era uma balela. Puro marketing, pura indústria da carne. E percebi o quão mal eu estava fazendo para mim, para o meio ambiente e para os animais. A partir daí, nunca mais comi carne, ovos, leite, queijo… Nada de origem de laticínios. Nem mel”, explicou à Folha.

“Hoje tenho uma consciência muito tranquila e feliz por não participar de nenhuma forma de sofrimento animal. Tenho muito orgulho dessa minha tomada de lucidez. E em relação à saúde, eu percebo um benefício grande principalmente na digestão, que se tornou mais fácil. Eu me sinto mais leve depois de uma grande refeição”, completou.

Como o ator mora no Rio de Janeiro, quem administra o restaurante é Joana. A escolha por São Paulo se deu porque, segundo os irmãos, a cidade é “economicamente muito mais próspera e promissora” do que o Rio de Janeiro. Além disso, Emiliano disse que a dramaturgia é sua “primeira profissão” e que por isso seria melhor que o restaurante fosse aberto na capital paulista.

“Virei sócio empreendedor do empório principalmente pela causa vegana, mas nunca vou deixar de ser artista”, disse.

No restaurante, o cliente pode comprar também ingredientes frescos e produtos de higiene pessoal e beleza. O estabelecimento também oferece um delivery de massas, salgados e hambúrgueres – todos congelados.

“O veganismo não é só uma dieta, é uma filosofia de vida, um comportamento de consumo e um ato político que necessita a mudança também no vestuário e no entretenimento, por exemplo. Não vamos a zoológicos, a eventos de rodeio, a aquários e parques. Não usamos lã e nem nada de couro. É um hábito muito enraizado nas pessoas, por isso a mudança de fora para dentro é importante – e mais difícil”, concluiu.

O restaurante está localizado na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 1113 – Itaim Bibi.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui