Cervo é encontrado morto com 7 kg de plástico no estômago


As sacolas encontradas no organismo do animal continham comida ou eram sacos de lixo com guardanapos e objetos íntimos


Um cervo foi encontrado morto com 7 kg de sacolas plásticas e outros resíduos dentro de seu estômago na Tailândia.

Foto: Reprodução/AFP/Revista IstoÉ

Dados do governo indicam que cada tailandês utiliza oito sacolas, em média, diariamente. São cerca de 3 mil sacolas por ano, que contaminam o meio ambiente. O número é doze vezes maior do que o registrado na União Europeia.

A consequência desse uso exagerado de plástico e da falta de destinação adequada é a morte de animais. Tartarugas e vacas marinhas já foram encontradas mortas no país com o estômago repleto de plástico. As informações são da agência de notícias AFP.

A morte do cervo, no entanto, provou que o plástico não está afetando apenas os animais marinhos, mas também os terrestres. O animal foi encontrado morto em um parque nacional em Nana, província localizada a 630 km ao sul de Bangkok. De acordo com as autoridades, o cervo tinha cerca de dez anos de idade.

Fotos divulgadas pelo parque mostram que as sacolas encontradas no organismo do animal continham comida ou eram sacos de lixo com guardanapos e objetos íntimos.

Um levantamento feito pelo Greenpeace concluiu que a Tailândia é o sexto maior contribuinte no que se refere à poluição dos oceanos.

Para tentar mudar esse cenário, autoridades tailandesas elaboraram um projeto que pretende por fim à sacola descartável até 2022. O setor petroquímico, no entanto, ainda é bastante focado no plástico e, por isso, representa um obstáculo para a execução desse plano, já que é responsável por 5% do PIB do país e emprega milhares de pessoas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>