França

Paris anuncia proibição de animais em circos por motivos de crueldade animal

Ativistas revelam que qualquer animal forçado a se apresentar em circos sempre sofrerá: “a única opção para ajuda-los é mantê-los completamente fora dos circos”

Animais são forçados a realizar truques nos circos que causam extremo sofrimento a eles | Foto: Adobe.

A cidade de Paris, na França, deve proibir animais selvagens em circos após a publicação de uma resolução na semana passada.

Segundo a resolução, os circos que se candidatarem a operar em Paris enquanto estiverem usando animais selvagens terão permissões negadas a partir de 2020.

Animais selvagens em circos

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A França ainda não aprovou a proibição nacional do uso desses animais – predominantemente leões, tigres, elefantes e papagaios, entre outros – apesar das pesquisas mostrarem que a maioria do povo francês é contra a prática e apesar de várias vilas e cidades terem suas próprias proibições.

Segundo relatos, entre 500 e 1.000 animais selvagens ainda estão confinados em dezenas de circos no país.

Muriel Arnal, presidente da organização de proteção animal One Voice, disse à AFP em 17 de novembro que esses seres “vivem em gaiolas minúsculas dentro de caminhões. Eles não têm onde se esconder, vivem estressados e também não têm nada para fazer. Depois são retirados dos cativeiros para o show ou para treinamento, que é sempre muito violento. Eles nunca estão em paz”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui