Homem que matou cão a golpes de taco de beisebol é multado no DF


O agressor desferiu 50 golpes contra o cachorro, que não resistiu aos ferimentos


O engenheiro florestal de 43 anos que matou um cachorro da raça labrador a pauladas no Distrito Federal foi multado em R$ 39.920 pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram). O crime aconteceu no início de novembro e o agressor usou um taco de beisebol para matar o animal.

Reprodução/Portal Metrópoles

O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) pela tutora do animal. O homem teria matado o cão após ser mordido. De acordo com a Polícia Civil, foram desferidos 50 golpes contra o animal. As informações são do portal Metrópoles.

O Ibram informou que o homem foi punido pela Lei 4060/2007, que prevê multa para “todo aquele que, por ação ou omissão, concorra para a prática de maus-tratos a animais, verificada em local público ou privado, seja ou não o infrator o respectivo proprietário ou tutor, pessoa física ou jurídica, de direito público ou privado, inclusive detentor de função pública, responde pelo descumprimento do disposto nesta lei, sem prejuízo de outras cominações legais”.

Após matar o cachorro, o engenheiro foi preso, mas saiu da cadeia após pagar fiança de R$ 5 mil.

Testemunhas contam que ele incitou seu cão a morder o labrador da vizinha e que os animais brigaram. Em seguida, o engenheiro teria invadido a casa da mulher e agredido o cão até a morte.

A tutora do animal disse à polícia que não tentou cessar as agressões porque o homem estava alterado e ela temia ser agredida caso intervisse. Ela também foi denunciada à polícia e responderá por omissão de cautela por ter deixado o animal solto.

Entidades de proteção animal do Distrito Federal informaram que pretendem entrar com ação civil pública por dano moral coletivo contra o agressor do animal.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>