Aumenta número de animais maltratados em São Luís (MA)


Um caso recente foi de um jumento agredido a facadas e resgatado na quinta-feira (7)

Foto: Reprodução/ TV Mirante

O número de animais vítimas de maus-tratos aumentou em São Luís (MA). Uma veterinária que examinou um jumento ferido a facadas informou que os cortes não eram tão recentes e que, de acordo com as características, foram propositais.

Não há abrigo público para animais em São Luís e as ONGs estão lotadas. Com isso, muitos animais permanecem abandonados. As informações são do G1.

A protetora de animais Andréa Ricci investe cerca de R$ 5 mil mensais para cuidar dos animais que resgatou.

“O resgate de um animal envolve também o local definitivo para ele. O local definitivo deveria ser de fato um abrigo público, mas como não existe eu achei que seria pertinente colocar esses animais aqui para reabilitá-los, castrá-los e colocá-los para adoção”, explicou Andréa.

A presidente da Comissão de Defesa e Proteção aos Animais da OAB, Camila Maia, denuncia a omissão do poder público em relação aos maus-tratos a animais. “A gente tem aquela sensação de impunidade para esse caso. Existem projetos de aumento de pena nestes casos em Brasília, mas a nossa realidade hoje ainda é essa”, afirmou.

Sobre o jumento esfaqueado, a prefeitura afirmou apenas que já soube do caso e que acionou uma equipe para tomar as providências necessárias.

A prefeitura de São Luís se limitou a dizer que já tem conhecimento do caso e que acionou uma equipe para tomar as providências em relação ao bem-estar do animal, mas não comentou nada sobre a falta de abrigos públicos na capital.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?

DESPEDIDA

RETROCESSO

FINAL FELIZ

CRIMES

ENCALHE

LIVRE DE PRECONCEITOS

CRIME

POLUIÇÃO

EXPLORAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>