Cidade da Califórnia proíbe prática de montar em ovelhas em rodeios


Foto: In Defense of Animals
Foto: In Defense of Animals

A cidade de Alameda, na Califórnia, Estado Unidos, foi elogiada por defensores dos direitos animais e pela população por aprovar uma lei que proíbe montar ovelhas, prática comum na região.

Montar ovelhas, também conhecido como “rebentamento de carneiros”, é um evento que acontece em rodeios na cidade, no qual crianças montam em ovelhas, que lutam para se libertar delas.

A proibição foi aprovada após uma audiência do Conselho de Supervisores do Condado de Alameda no início desta semana, durante o qual a atividade foi condenada como cruel por especialistas em veterinária e defensores dos direitos animais.

Campanha

A organização de defesa dos direitos animais, In Defense of Animals, trabalhou com a ONG Coalition para que Alameda se tornasse uma cidade mais humana e para que a população e as autoridades apoiassem a medida. Os grupos convidaram os ativistas e residentes do local a escrever para os membros do conselho pedindo que aprovassem as novas regras.

Foto: In Defense of Animals
Foto: In Defense of Animals

Embora as ONGs tenham elogiado a diretoria na aprovação da nova lei, elas dizem que “algumas das práticas mais cruéis de rodeio da região ainda não foram abordadas” e propuseram uma medida que proibiria esporas e correias, bem como amarras e cordas nas panturrilhas dos animais.

“Primeiro passo importante”

“A proibição de montar ovelhas em Alameda é um primeiro passo importante”, disse Matthew Hamity, diretor de campanhas e assuntos legislativos de defesa dos animais, que estava presente para dar testemunho na reunião, em um comunicado enviado ao Plant Based News.

“Não descansaremos até que as práticas mais cruéis do rodeio sejam abolidas. A amarração das panturrilhas e o uso de correias e esporas nos flancos de animais em eventos de montagem de cavalos causam rotineiramente ferimentos graves e até morte”.

“A maré está virando contra a exploração e abuso de animais para entretenimento”, acrescentou Marilyn Kroplick M.D., presidente da In Defense of Animals. “Os maus-tratos chocantes a ovelhas, bezerros e cavalos no rodeio são tão prejudiciais e significativos quanto a crueldade infligida às orcas no SeaWorld e aos elefantes nos circos”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

ETERNIZADO

AÇÃO SOCIAL

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>