Home Notícias Cães explorados para venda são resgatados após maus-tratos em Pinhais (PR)

Cães explorados para venda são resgatados após maus-tratos em Pinhais (PR)

0
Cães explorados para venda são resgatados após maus-tratos em Pinhais (PR)
Foto: Divulgação

A Polícia Civil resgatou 18 cachorros das raças yorkshire e shih-tzu que eram explorados para reprodução e venda em Pinhais, no Paraná. Os cães, que viviam em condições deploráveis, foram salvos na quinta-feira (31).

Foto: Divulgação

O delegado responsável pela investigação, Matheus Laiola, afirmou ao portal UOL que os cães “estavam em local insalubre, com ausência de sol e de local adequado para se proteger da chuva”.

“Estavam magros, com doença de pele e problemas dentários. Um conjunto de situações que caracterizava maus-tratos”, relatou o policial.

Além do crime de maus-tratos, a dona do local, de 46 anos, infringiu uma legislação municipal que proíbe criadouros na região urbana. A mulher assinou um termo circunstanciado na delegacia e foi liberada. Ela responderá pelo crime de maus-tratos a animais e por falta de licença ambiental. Os crimes, porém, são de menor potencial ofensivo e, por isso, não resultam em prisão.

Além de responder na Justiça pelo crime, a mulher foi multada. Ela terá que pagar R$ 500 por animal, num total de R$ 10 mil.

Os cachorros, incluindo filhotes, foram resgatados e encaminhados para entidades de proteção animal.

De acordo com o delegado, a mulher permaneceu em silêncio na delegacia e alegou que só se manifestaria em juízo.

Mais de mil animais, entre domésticos e silvestres, foram resgatados pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente na Região Metropolitana de Curitiba desde janeiro. A maior parte deles sofreu maus-tratos. Cerca de 30 canis foram alvo das operações policiais. Em 2018, cerca de 100 animais foram salvos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here