Polícia investiga agressão a gato em Jockey Clube no Rio de Janeiro


A Polícia Civil está investigando um caso de agressão a um gato no Jockey Clube da Gávea, no Rio de Janeiro. Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que um homem, segurando uma criança no colo, chuta o animal com violência.

O crime teria acontecido no final de semana do dia 26 de outubro. As informações são do jornal Extra.

Reprodução/Facebook/Reynaldo Velloso
Imagens da agressão foram divulgadas nas redes sociais por Reynaldo Velloso, presidente das Comissões de Proteção e Defesa dos Animais da OAB/RJ e da OAB Nacional. No vídeo, é possível ver um homem se aproximar do gato, que se assusta e tenta sair do local. O rapaz, no entanto, insiste e, segurando uma criança em seu colo, agride violentamente o animal, que cai, bate no muro e corre.
Após a fuga do animal, o homem tenta capturá-lo, mas acaba não o fazendo porque uma mulher aparece para conversa com ele. Tanto ela quanto outros dois homens assistiram à agressão.

“O gatinho foi levado para o ambulatório felino do Clube e, segundo relatos, está com problemas neurológicos irreversíveis em consequência da agressão. Iremos acompanhar este caso com lupa. Já estou solicitando uma reunião da Comissão com a direção da instituição. O Abrigo Associação Quatro Patinhas, através da presidente, já me ligou e está à disposição para abrigar o felino com carinho”, escreveu Velloso.

De acordo com a delegada Monique Vidal, titular da 15ª DP (Gávea), o agressor ainda não foi identificado.

“Esse registro de ocorrência está sendo feito por determinação minha, porque uma policial da nossa delegacia tomou conhecimento do vídeo. Essa pessoa que aparece nas imagens ainda não foi identificada, mas estamos fazendo um ofício para a diretoria do Jockey para saber quem ele é”, explicou a delegada.

Outros casos

Apesar da agressão registrada recentemente ter chocado internautas e o vídeo que registra a violência ter viralizado na internet, essa não é a primeira vez que são feitas denúncias de maus-tratos aos gatos que vivem no Jockey Clube da Gávea.

Em maio de 2018, a Comissão de Defesa do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) realizou uma inspeção surpresa no local para investigar denúncias de que, por ordem da presidência, seguranças estariam jogando fora comida e água colocada para os animais por voluntários. Na época, cerca de 300 gatos divididos em 21 colônias moravam no local, segundo protetores de animais.

Quando as denúncias foram feitas, funcionárias do estabelecimento alegaram que investiam R$ 30 mil por mês para garantir os cuidados dos animais, incluindo alimentação, uma equipe com três enfermeiras, um veterinário e um cuidador. Disseram ainda que os seguranças jogavam fora apenas potes com alimento colocados em locais indevidos para evitar reclamações de clientes.

Na época, a Alerj decidiu elaborar um termo de cooperação técnica para acompanhar o tratamento dado aos gatos no clube.

Em julho de 2017, uma parceria entre o Jockey e a Subsecretaria de Bem-Estar Animal (Subem) foi firmada para castrar e vacinar os gatos após denúncias de maus-tratos serem feitas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA

VITÓRIA

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>