Autoridades turcas encontram centenas de partes de animais selvagens em flagrante policial



A polícia turca encontrou centenas de partes de animais, como chifres de rinoceronte, presas de elefante, entre outras, estimadas no valor de 261 mil dólares, em uma operação realizada em apartamento no distrito de Kağıthane, em Istambul – informaram autoridades na quarta-feira (30).

De acordo com a polícia, o flagrante ocorreu em 23 de outubro e um total de 269 itens foram apreendidos, incluindo dezenas de partes de animais selvagens, como uma pele de píton de 4,6 metros, duas presas de marfim e um chifre de rinoceronte. A polícia também encontrou dezenas de itens feitos de partes de animais, como bijuterias e ornamentos.

Os oficiais responsáveis pela operação disseram que o suspeito era natural do Azerbaidjão e foi libertado sob controle judiciário após ser detido brevemente.

A Turquia é uma região de trânsito importante para espécies ameaçadas da flora e fauna. Embora os países africanos e asiáticos estejam associados ao tráfico de animais selvagens, a Turquia e outros países europeus são as principais rotas para os traficantes contrabandearem e venderem esses animais.

O país há muito tempo luta contra o tráfico de animais selvagens. Em 2013, foi realizada a quinta reunião do projeto de contrabando de vida selvagem coordenado pela coalizão Turquia e Espanha no âmbito da Convenção sobre Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora Selvagens (CITES), na cidade de Rize, no norte.

Os rinocerontes são mortos por seus chifres, que se acredita terem benefícios medicinais ou são usados como afrodisíacos, especialmente na Ásia. Enquanto isso, o marfim é tido há séculos como símbolo de status, usado para fazer esculturas, joias, móveis, teclas de piano e outros itens.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>