Abuso e maus-tratos

Tutor tinge cachorros de preto e branco para deixá-los parecidos com pandas

Os seis cães da raça chow chow tiveram o pelo todo colorido de forma a atender aos caprichos do tutor que diz sentir que tem uma “ligação especial com os pandas”

Foto: Asia Wire
Foto: Asia Wire

O tutor de seis cães da raça chow chow se tornou alvo de uma onda de revolta nas redes sociais após ter pintado os cães de preto e branco para fazê-los parecer pandas gigantes.

Dono de um café e pet shop na China, onde reside, o tutor postou as fotos dos animais no estabelecimento, já “transformados” em pandas na internet, o que atraiu críticas ferozes do público. O proprietário da loja, contudo, disse que todos os animais domésticos estavam “muito felizes e saudáveis”.

O tutor disse ao Daily Mail que os animais foram “pandarizados” com corantes orgânicos.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Foto: Cute Pet Games
Foto: Cute Pet Games

“Pintar cães para fazê-los parecer pandas é muito popular no exterior”, acrescentou o tutor dos cães. “É controverso na China porque não é comumente visto”.

Relatórios anteriores mostraram que sua loja cobrava dos clientes 1.500 yuanes (cerca de 854 reais) para transformar seus cães em “pandas”, mas o proprietário do café negou as acusações.

Chow Chow é uma raça de cães de pelo comprido nativa do Tibete. Os cães são normalmente dóceis e cheios de energia.

O café, que permite a entrada de animais domésticos, chamado Cute Pet Games, abriu no mês passado e está situado em um shopping em Chengdu, capital da província de Sichuan, na China.

Foto: Reuters
Foto: Reuters

A onda de críticas começou quando os funcionários da loja enviaram imagens dos “cães panda” para as plataformas de mídia social chinesas para atrair atenção.

Muitos usuários das redes sociais criticam o tutor, acusando-o de abuso e maus-tratos com os cães.

No Weibo, uma rede social chinesa parecida com o Twitter, um usuário com o nome “MichiyoWang” disse: “Quem realmente ama cães não deixa que eles sejam tingidos. Já vi cães perdendo a orelha como resultado disso”.

Foto: VCG via Getty Images
Foto: VCG via Getty Images

Outro usuário da web conhecido como “Wenenky” criticou o café e o tutor: “Eu tenho um cachorro. Nunca tingirei meu cachorro porque não será bom para ele”.

Um terceiro comentário feito por um usuário chamado “Luo Jia Tong” acusava o dono da loja de prejudicar os cães “apenas para se divertir”.

A PETA condenou o ato do tutor dos animais. Um porta-voz da entidade disse: “Pintar os pelos dos cães pode estar na moda, mas apenas para os seres humanos que de bom grado o fazem”.

Foto: VCG via Getty Images
Foto: VCG via Getty Images

“Sempre há riscos com o uso de corantes nos animais, nos pelos, na pele, no nariz e nos olhos. Os animais não devem ser um brinquedo para que as pessoas os pintem”.

O dono do café insistiu que seus cães eram “muito saudáveis” e que o corante não causou danos aos pelos ou à pele dos animais: “Nosso corante foi importado do Japão e é muito caro. Só um tubo de corante custa 800 yuanes (cerca de 453 reais)”.

Ele alegou que gastou 1.500 yuanes (aproximadamente 854 reais) em cada um dos cães para transformá-los.

Ele disse que decidiu comprar seis “cães panda” para a loja, porque Chengdu era conhecida como a cidade natal dos ursos panda e ele “sentia uma conexão especial com o animal”.

Foto: VCG via Getty Images
Foto: VCG via Getty Images

“Embora os cães não sejam pandas de verdade, esperamos que nossos clientes possam experimentar a cultura dos panda em nossa loja”, disse ele. “O corante usado nos cães foi feito sob medida para eles e é 100% seguro. Portanto, compramos o corante e contratamos especialistas para colocá-los nos cães”.

Cães não são produtos para serem pintados por seres humanos conforme sua vontade ou suas aspirações superficiais de transformá-los em seres que não são. Cães são vidas, seres sencientes que amam, sentem, sofrem e compreendem o mundo ao seu redor.

Fantasiá-los ou submetê-los a esses tratamentos artificiais e cruéis por mera vaidade é um atentado à sua dignidade.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui