CAÇA

Sagui morre após ser atingido por tiro e ficar com bala alojada na cabeça

Foto: Divulgação/Associação Mata Ciliar

O sagui foi submetido a um procedimento cirúrgico para retirada do projétil, mas não resistiu e morreu


Um sagui morreu na terça-feira (8) após ser alvejado por um tiro e ficar com o projétil alojado na cabeça. O crime aconteceu em Jundiaí e o animal foi submetido à cirurgia para retirada da bala, mas não sobreviveu.

Foto: Divulgação/Associação Mata Ciliar

Resgatado pela Associação Mata Ciliar, o sagui foi encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras). O resgate foi realizado após o animal cair de uma árvore. No Cras, o primata foi submetido a um exame de raio-x que revelou o projétil alojado em sua cabeça.

A associação informou ao G1 que a bala gerou danos neurológicos graves no animal e que cerca de quatro horas depois de ser operado, ele morreu. A entidade disse ainda que a morte do animal se deve à caça praticada na região. Campanhas para proibir a prática tem sido realizadas pela organização, que tem o intuito de preservar a vida e o bem-estar dos animais.

“Atualmente, são seis projetos de lei que tramitam no Congresso com objetivo de flexibilizar a caça. Cabe à população exercer o seu papel e reivindicar respeito à nossa fauna já tão ameaçada”, afirmou a Associação Mata Ciliar em uma publicação em rede social.

Foto: Divulgação/Associação Mata Ciliar

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui