‘Não é do Brasil, não é responsabilidade nossa’, diz Bolsonaro sobre óleo no Nordeste

POLUIÇÃO

(Adriano Machado/Reuters)

O vazamento de petróleo está causando graves danos ambientais ao poluir a natureza e matar animais


O presidente Jair Bolsonaro se eximiu da responsabilidade sobre o vazamento de petróleo registrado em praias do Nordeste que está poluindo o meio ambiente e tirando a vida de animais marinhos.

(Adriano Machado/Reuters)

Em declaração feita na segunda-feira (7), o presidente disse que o Ministério da Defesa concluiu que o petróleo vazado não foi produzido no Brasil e que investigações estão sendo feitas para descobrir a origem do material.

“Nós estamos investigando, analisando, porque tem um DNA. Por exemplo, não é produzido em nenhum poço brasileiro. E não é comercializado de fora para cá esse tipo de óleo também. Então, [temos] uma certeza: não é do Brasil, não é responsabilidade nossa. A análise continua para saber se a gente consegue detectar de que país é, da onde veio, qual navio petroleiro que derramou esse óleo lá”, disse Bolsonaro, que afirmou que a questão legal sobre o caso é de responsabilidade do Ministério do Meio Ambiente.

Nove estados nordestinos já foram atingidos pelo óleo. Em Sergipe, o governo declarou estado de emergência devido aos danos ambientais causados pelo vazamento.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


1 COMENTÁRIO

  1. A imprensa entendeu, mas joga para parte da sociedade que não sabe interpretar. Ficou claro que o Presidente falou que não é responsabilidade do Brasil a contaminação das praias, que o óleo veio de fora, mas que obvio, está investigando e disponibilizando ações para combater esse desastre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui