Final feliz

Cadela desaparecida há 12 anos é encontrada a 1,6 mil km de distância de casa

Foto: Reprodução/CBS

Katheryn Strang reencontrou sua cadela 12 anos depois de ela desaparecer. Dutchess, que agora tem 14 anos, sumiu na Flórida em 2007 e foi encontrada na Pensilvânia, a 1.610 km de distância de sua casa.

Foto: Reprodução/CBS

Durante meses Katheryn procurou pela fox terrier. Ela visitou diversos abrigos, mas não encontrou a cadela. Neste mês, no entanto, recebeu um telefonema que permitiu que Dutchess voltasse para casa. As informações são da BBC News.

“Estou tão feliz por tê-la de volta”, disse Strang à imprensa local. “Chorei tantas noites pela ausência dela”, completou.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

A cadela foi encontrada em um barracão em Pittsburgh e levada para o Humane Animal Rescue, um abrigo para animais abandonados.

“Ela estava um pouco arisca”, disse Torin Fisher, que trabalha no abrigo. “Suas unhas estavam enormes. Ela estava suja, muito tímida e tremendo”, completou.

Através do microchip da cadela foi possível encontrar sua tutora. Katheryn continuava pagando a taxa anual para manter o chip ativo, na esperança de reencontrar o animal. E deu certo.

“Custava US$ 15 (cerca de R$ 62) por ano. Eu não desistiria de encontrá-la”, disse à emissora local CBS.

A princípio, Fisher imaginou que a tutora da cadela havia se mudado recentemente para Pittsburgh. Mas ao telefonar para ela descobriu que, na verdade, ela nunca saiu da Flórida, o que tornou a história surpreendente.

“Toda a história se desenrolou enquanto estávamos ao telefone”, disse ela ao “Washington Post”. “Ficamos igualmente empolgadas, chocadas e surpresas”, afirmou.

Katheryn, então, viajou até o abrigo e buscou a cadela, trazendo-a de volta para Boca Raton, cidade onde mora na Florida. A viagem de uma localidade à outra durou 18 horas.

“Onde você esteve? Você pode me contar algumas histórias?”, perguntou a tutora segurando a cadela no colo, ao matar a saudade de sua companheira.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui