REINO UNIDO

Aumento do número de baleias encalhadas motiva treinamento para voluntários nas praias

A ONG de resgate de mamíferos marinhos BDMLR organizou o treinamento motivada pelo aumento do encalhe em massa de baleias na região

Foto: BDMLR/Caters News
Foto: BDMLR/Caters News

Ativistas aprenderam como salvar a mamíferos marinhos encalhados praticando o treinamento com baleias infláveis. O aumento no número de baleias encalhadas no litoral do Reino Unido motivou a iniciativa.

No exercício, 70 voluntários ensaiaram os passos a serem realizados no caso de encalhe de uma baleia ou um grupo delas ficasse preso na praia.

Os exercícios foram realizados em Musselburgh, perto de Edimburgo, na Escócia, e foram liderados pela instituição britânica British Divers Marine Life Rescue, que usou modelos de borracha no lugar de baleias de verdade.

Foto: BDMLR/Caters News
Foto: BDMLR/Caters News

Dan Jarvis, oficial de desenvolvimento social da ONG British Divers Marine Life Rescue – BDMLR, na sigla em inglês, disse ao jornal East Lothian Courier: “Esses exercícios não acontecem com muita frequência, pois são um enorme desafio logístico para se reunir uma grande proporção de nossos recursos e equipamentos de resgate por todo o país, em um único lugar ao mesmo tempo”.

“No entanto, eles são realmente importantes e úteis para nossos voluntários”, admite o especialista em salvamento de mamíferos marinhos.

“O treinamento ajuda a equipe a ganhar experiência, testar suas habilidades em primeiros socorros e avaliação situacional e, principalmente, para que nossos coordenadores de incidentes realmente se encarreguem de liderar um resgate e organizar tudo, desde cuidados com os animais até o contato com serviços de emergência, o controle de multidões e o atendimento à mídia”.

Foto: BDMLR/Caters News
Foto: BDMLR/Caters News

A Grã-Bretanha teve um aumento de encalhes em massa envolvendo baleias-piloto nos últimos anos, e em particular, um dos maiores incidentes já registrado, envolvendo mais de 70 animais no extremo norte da Escócia.

Encalhes em massa podem ocorrer porque um animal doente ou ferido inadvertidamente leva os outros para terra enquanto tentam ajudá-lo; alguns deles ficam assustados com barulhos subaquáticos, como sonares ou explosões; ou simplesmente entram em áreas entre marés e ficam desorientados em um habitat desconhecido.

Foto: BDMLR/Caters News
Foto: BDMLR/Caters News

Corinne Gordon, coordenadora de área do BDMLR para a região de Edimburgo, disse ao Daily Mail: “Estou realmente ansiosa para assumir esse desafio e ver como podemos atuar não apenas como indivíduos, mas trabalhando juntos como uma equipe”.

“Essa é uma das coisas surpreendentes dessa ONG, pois, como voluntários treinados, ainda podemos essencialmente ser estranhos um ao outro, mas quando convocados em uma situação da vida real, nos reunimos para fazer nosso melhor por essas criaturas belas e únicas”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui