Morre cão explorado nas buscas por vítimas em Mariana e Brumadinho


Thor, um dos cães explorados nas buscas por sobreviventes dos crimes ambientais em Mariana e Brumadinho, em Minas Gerais, morreu no último sábado (26).

Foto: Corpo de Bombeiros de MG

O cachorro tinha leishmaniose e morreu por conta de uma pancreatite, segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

A corporação informou que Thor recebia tratamento para a leishmaniose, mas que a doença avançou rapidamente, deixando-o debilitado.

O Corpo de Bombeiros lamentou a morte do cão e informou que ele será cremado em uma cerimônia fechada.

Nota da Redação: forçar animais a aprender comandos antinaturais para servir aos seres humanos, passando a vida realizando atividades que beneficiem exclusivamente as pessoas, é uma prática antiética e cruel. A sociedade dispõe de tecnologia suficiente para encontrar vítimas de tragédias sem que, para isso, tenha que explorar seres sencientes.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>