Casal salva filhote de preguiça preso entre as pedras de uma praia


Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook
Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook

Um casal que explorava a Península de Osa, na Costa Rica, teve a sorte de estar exatamente no lugar certo, na hora certa. A dupla se deparou com uma preguiça filhote que conseguiu sobreviver à maré alta e ficou presa na praia, agarrada a uma rocha. O bebê emitia sons como se chorasse e parecia totalmente confuso. Felizmente, ele foi salvo antes que qualquer coisa ruim pudesse acontecer com ele – e agora a preguiça está se recuperando e se fortalecendo em um centro de resgate local.

Dirk Morgan, que compartilhou o resgate da jovem preguiça em sua página no Facebook, percebeu que o animal estava completamente sozinho, sem nenhuma preguiça adulta à vista, e decidiu imediatamente intervir.

Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook
Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook

É um mistério como o bebê preguiça acabou sozinho na praia rochosa. Morgan e sua parceira Lori cuidadosamente pegaram a preguiça e lavaram seu rosto para retirar a água salgada da face do animal assustado.

Eles o colocaram em segurança em uma caixa de papelão para ser transportado para o resgate de animais em Tranquility. “Ele parecia estar bem e feliz por estar seco e seguro”, escreveu Morgan.

Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook
Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook

Uma vez no resgate local, a preguiça foi imediatamente levada aos cuidados da equipe veterinária.

Graças à ajuda do casal bondoso, que administra o hotel Morgan’s Jungle Lodge na Costa Rica, a preguiça filhote chegou em segurança a um lugar onde recebe muito cuidado e não tem nada a temer. Felizmente, ele acabará tendo uma vida longa e segura em seu habitat natural – no alto das árvores, no lugar a que ele pertence.

Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook
Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook

Ao se deparar com um animal selvagem em perigo, entre em contato com um reabilitador profissional ou com o serviço de resgate da vida selvagem da sua cidade antes de se aproximar. Animais selvagens feridos ou quando se sentem ameaçados tendem a se defender mesmo que a intenção seja a melhor possível.

É preciso respeito pela natureza e a fauna silvestre, antes de qualquer atitude.

Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook
Foto: Morgan’s Jungle Lodge/Facebook

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ACIDENTE

CRUELDADE

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE

ACOLHIMENTO

EFICIÊNCIA

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>