Documentário acompanha a vida de uma manada de elefantes por diversos anos na savana africana


Foto: Apple
Foto: Apple TV

“The Elephant Queen” é um documentário sobre a jornada de uma manada de elefantes e os desafios enfrentados pelos animais durante o trajeto em busca de comida e água. Narrado pelo ator Chiwetel Ejiofor e dirigido pelos premiados cineastas Mark Deeble e Victoria Stone, o filme aborda a imprevisibilidade da natureza e não se esquiva de mostrar as consequências da seca e da fome, mostrando alguns animais mortos nas cenas, segundo o Washington Post.

Especialmente tristes são as cenas que mostram um bebê elefante morrendo e o rebanho se reunindo para lamentar sua perda. Existem também algumas outras fotos de animais selvagens doentes, moribundos ou mortos. Os rituais de reprodução são discutidos ou retratados e, segundo o The New York Times, o filme passa uma mensagem forte sobre temas como perseverança e trabalho em equipe.

Gentil e esperançoso, “A Rainha Elefante” às vezes evita verdades difíceis. Mas, ainda segundo Ken Jaworowski, do Times, este documentário tem como objetivo celebrar essas criaturas, em vez de agitar a raiva sobre seu perigo de extinção. O crítico acredita que “considerando o público-alvo jovem, essa é uma estratégia inteligente”.

O filme se concentra em Athena, líder de uma extensa família de elefantes selvagens que vagueiam pela savana queniana. Em filmagens realizadas ao longo de vários anos, o rebanho é observado ao se reunir em seu poço de água, ter filhos e, durante uma seca, percorrer longas distâncias para encontrar uma nova fonte de água.

Também é mostrado como os elefantes são curiosos e perspicazes. Joworski ressalta especialmente uma cena em que o rebanho aparentemente reconhece os ossos de um membro morto e lamenta. Outras espécies também são observadas: “Os ciclos de vida de pássaros, répteis e insetos se entrelaçam com os dos elefantes e são tão fascinantes!”, diz o especialista.

Foto: Apple TV
Foto: Apple TV

Joworski observa ainda que as “omissões do filme podem ser flagrantes” – as mudanças climáticas estão afetando esses animais, mas nunca são mencionadas. Da mesma forma, a caça desenfreada mata dezenas de milhares de elefantes todos os anos.  Segundo o crítico, se essa insanidade não parar, a extinção é garantida: “Somente no final é mencionado o massacre, quase de passagem. Os telespectadores jovens certamente poderiam lidar com mais alguns fatos mais fortes”.

“No entanto, ‘The Elephant Queen’ decide, antes de tudo, usar uma narrativa para criar compaixão. E aqui, uma boa história é tão eficaz quanto um grito”, conclui o crítico.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>