Vistoria é realizada para investigar presença de óleo em praia do Pará


Uma vistoria foi realizada por técnicos da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Abaetetuba (PA) na praia de Beja, balneário do município, após manchas de óleo serem encontradas no local. Amostras do poluente foram coletadas no sábado (19). A Marinha afirmou que investigará a origem do óleo.

Foto: Prefeitura de Abaetetuba

A administração municipal afirmou que estuda medidas para minimizar os danos ambientais e promover a limpeza da região, que começou a ser afetada pelo óleo na última terça-feira (15). A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) alegou que não recebeu nenhuma notificação sobre o caso e que até sábado não havia informações que confirmassem se o óleo é o mesmo que atingiu o Nordeste. As informações são do G1.

Estratégias para frear o avanço do óleo estão sendo traçadas por representantes da Semas, Corpo de Bombeiros do Pará e Defesa Civil Estadual. As equipes promoveram um encontro do qual biólogos também participaram. Durante a reunião, os participantes avaliaram as áreas nas quais a presença de animais marinhos é maior e pontuou os cuidados necessários à fauna e à flora diante dessa situação.

Na reunião ficou definido que as ações começarão a ser realizadas nos municípios de Viseu e Augusto Corrêa devido à proximidade dessas cidades com o Maranhão, que já foi atingido pelo óleo. As próximas cidades serão Bragança, Vigia, São Caetano e Colares.

Um calendário de vistorias técnicas nas áreas costeiras do Pará deve ser elaborado pela Semas a partir de segunda-feira (21).

Ao encontrar manchas de óleo no mar ou em praias, a orientação é de que o banhista entre em contato com a Semas pelos telefones: (91) 3184-3362/3300/3330.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL

DOÇURA

AÇÃO HUMANA

JAPÃO

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO SONORA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>