Escócia de torna o primeiro país do Reino Unido a proibir cotonetes de plástico


Mais de 150 mil cotonetes de plástico foram retirados das praias da Escócia | Foto: Bloomberg
Mais de 150 mil cotonetes de plástico foram retirados das praias da Escócia | Foto: Bloomberg

A Escócia tornou-se a primeira nação do Reino Unido a proibir a venda de cotonetes de plástico após novos regulamentos que proíbem sua fabricação e venda entrarem em vigor.

A medida foi anunciada como uma “vitória fantástica” para a vida selvagem pela Marine Conservation Society, que afirmou ter retirado mais de 150 mil das hastes de plástico das praias da Escócia nos últimos 25 anos.

A lei vem em seguida de uma proibição anterior da venda e fabricação de micro esferas de plástico, introduzida em junho de 2018.

A proibição passou a valer quando os regulamentos estabelecidos no Parlamento escocês em setembro entraram em vigor neste fim de semana.

A secretária escocesa do meio ambiente, Roseanna Cunningham, disse: “Tenho orgulho de que o governo escocês tenha se tornado o primeiro governo do Reino Unido a proibir cotonetes com haste de plástico”.

“Os produtos plásticos de uso único não são apenas um desperdício, mas geram lixo desnecessário que danifica as praias e os espaços verdes, enquanto ameaça a vida selvagem em terra e no mar. Essa proibição se baseia no trabalho já em andamento para abordar a cultura descartável da Escócia, e continuaremos a tomar medidas em outros itens problemáticos nos próximos anos, como parte de nossos esforços para reduzir plásticos nocivos e itens de uso único, proteger nosso meio ambiente”, disse a ministra.

Cunningham acrescentou: “Estamos diante de uma emergência climática global e todos devemos trabalhar juntos para reduzir, reutilizar e reciclar para garantir um futuro sustentável para a atual e a próxima geração”.

Os principais varejistas começaram a mudar seus estoques para produtos que usam hastes feitas de papel. Estes cotonetes começaram a ser fabricados antes da proibição, após fortes campanhas de conscientização. Uma restrição – também incluindo coadores plásticos de café e canudos entra em vigor no próximo ano para o resto do Reino Unido. Os cotonetes estão constantemente entre as maiores pragas de areia da praia, listadas pela Marine Conservation Society.

A agente de conservação da ONG, Catherine Gemmel, disse que a proibição foi “uma vitória fantástica para nossos mares e vida selvagem”. Ela acrescentou: “Estamos ansiosos por ações mais ambiciosas do governo escocês e por trabalhar com eles em outras ações necessárias para impedir a maré de plástico que toma conta de nossos oceanos”.

O diretor do WWF Escócia, Lang Banks, acrescentou sua voz aos que apoiam a proibição. Ele disse: “Os cotonetes são algumas das formas mais comuns de poluição marinha, por isso a proibição é muito bem-vinda e um passo que esperamos que outros países sigam”.

“Sabemos que o plástico está sufocando nossos mares e devastando nossa vida selvagem, com milhões de pássaros, peixes e mamíferos morrendo a cada ano por causa do plástico em nossos oceanos. Os plásticos também estão chegando aos alimentos que ingerimos e à água que bebemos, para salvar nossos oceanos exigirá ações ambiciosas de governos, indústria e consumidores”, concluiu o ativista.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>