Mergulhadores convencem polvo a deixar copo plástico e buscar abrigo em concha


Mergulhadores convenceram um filhote de polvo a abandonar um copo plástico para se abrigar dentro de uma concha durante um mergulho no mar em Lembeh, na Indonésia.

Reprodução/YouTube/
Pall Sigurdsson

Engenheiro e mergulhador, Pall Sigurdsson contou ao Bored Panda que gosta de filmar os animais que encontra durante os mergulhos que faz.

“Esse era nosso terceiro mergulho naquele dia, e todos estávamos começando a ficar um pouco cansados. Meu companheiro de mergulho me fez um sinal indicando que ele havia encontrado um polvo e me pediu ajuda”, contou.

“Não é a primeira vez que vejo polvos fazendo casas com lixo. Eles são animais inteligentes e usam seu ambiente em proveito próprio, e o lixo é uma parte permanente de seu ambiente agora”, disse Sigurdsson. “No entanto, o polvo com seus tentáculos macios não sabia que este copo praticamente não oferece proteção e, em um ambiente competitivo como o oceano, esse copo era uma sentença de morte garantida”, completou.

Os mergulhadores levaram tanto tempo para salvar o animal que usaram todo o oxigênio que dispunham. Eles ofereceram várias conchas ao polvo, até que ele escolheu uma.

Além de estar mais exposto aos predadores, o polvo também os colocava em risco ao se abrigar no copo. Isso porque, ao comer o polvo, o predador também comeria o plástico e morreria ou ficaria doente, o que o deixaria frágil e em risco.

Reprodução/YouTube/
Pall Sigurdsson

Sobre a incidência de lixo no oceano, o mergulhador disse que a situação é variável, porém preocupante. “Há dias bons e dias ruins, dependendo das correntes oceânicas. Alguns dias, você vê tanto lixo que é quase impossível filmar criaturas marinhas sem incluir também o lixo”, disse.

“Tento o máximo possível fazer as pessoas verem o oceano quando ele está ‘melhor’. Certa vez, vi uma família de peixes anêmona vivendo ao lado de uma bateria corroída. Isso foi de partir o coração”, lamentou.

“A maioria dos lixo afunda (incluindo plástico). E a maioria das pessoas fala apenas das partes que consegue ver, ou seja, as partes que flutuam, mas essa é apenas uma parte do problema”, concluiu.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>