Paróquia arrecada doações para manter cães de padre assassinado no DF


A Paróquia Santa Rita de Cássia, no Distrito Federal, está arrecadando doações para construir um canil e arcar com os gastos da ração dos cães do padre Kazimerz Wojno, conhecido como padre Casemiro, que foi assassinado durante um latrocínio. O crime aconteceu no dia 22 de setembro na Paróquia Nossa Senhora da Saúde, na qual os cães viviam.

Reprodução/Metrópoles

O padre Iran Preusse, da Paróquia Santa Rita, disse que a igreja pede também o apoio de “ONGs que possam ajudar com a castração, porque são muitos e não passaram pelo procedimento”.

Atualmente, dois filhotes e quatro adultos estavam na igreja do padre Casemiro quando o sacerdote foi morto. “Nos primeiros dias, eles estavam muito tristes, chegaram muito assustados. Estão se adaptando agora à nossa casa”, contou ao portal Metrópoles.

O padre, que já tutelava outros cães, ficou com Tigre, Polga e Pretinha, como foram batizados por Casemiro os cachorros adultos, e dois filhotes, que receberam os nomes de Apolo e Zeus. Outro cão adulto também será adotado por ele.

“Eu tinha cachorros abandonados na minha porta e peguei todos. Quando mudei para a igreja, eles vieram comigo. Ao todo, são 11”, disse.

O padre Casemiro era tutor de dez cães. Desses, quatro ficaram com o padre João Firmino, da Arquidiocese de Brasília.

“Estou com quatro cachorros dele: três filhotes, sendo uma fêmea e dois machos, e uma fêmea grande”, disse Firmino. “Tenho mais dois em casa e, como o espaço é grande e tem sempre gente em casa, adaptar se tornou mais fácil. Pelo que conheci, a raça também gosta de ambiente familiar”, completou.

Reprodução/Metrópoles

De acordo com Preusse, doações já começaram a chegar, mas ainda não são suficientes. “Já tiveram duas pessoas que levaram ração. Por enquanto, não é uma campanha física, mas temos pessoas nos ajudando ao saber da história, e toda ajuda é bem-vinda”, concluiu.

Interessados em ajudar devem entrar em contato com a secretaria da Paróquia Santa Rita de Cássia através do telefone (61) 3242-6574.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?

REFLEXÃO

PROTEÇÃO ANIMAL

CRIME

ASCENSÃO

TESTAMENTO

ATO HEROICO

SUSTENTABILIDADE

RECORDE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>