Golfinho é achado morto com marcas causadas por rede de pesca


Um golfinho foi encontrado morto na Praia da Enseada, em Bertioga (SP), com lesões no corpo que aparentam ter sido causadas por rede de pesca.

Trata-se do segundo caso registrado em menos de quatro dias no município. Na Praia do Indaiá, outro golfinho foi achado morto na sexta-feira (27).

Reprodução/G1

O vendedor ambulante Alex Amorim flagrou o corpo do animal na Praia da Enseada. “Trabalho há quatro anos na praia e nunca me deparei com esse tipo de situação. É muito triste porque essa é uma espécie que está praticamente desaparecendo do nosso planeta”, disse ao G1.

Segundo ele, após o golfinho ser encontrado, “homens que faziam a limpeza da praia pegaram o animal, colocaram em um saco de lixo e levaram embora”.

De acordo com o Gremar, o animal era da espécie toninha. A equipe foi acionada pelo Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS). Não se sabe se o golfinho era macho ou fêmea – o estado avançado de decomposição do corpo impediu a identificação.

A poluição dos oceanos que leva animais a ingerirem lixo e a interação com redes de pesca são as principais causas de morte das toninhas, que, conforme lembra o Gremar, estão ameaçadas de extinção.

Para solicitar o resgate de golfinhos, tartarugas e aves marinhas nas cidades de São Vicente, Santos, Guarujá e Bertioga, basta ligar para o Gremar. O telefone é o 0800-642-3341 e o serviço funciona 24h.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>