REGULAMENTAÇÃO

Projetos de lei na Califórnia buscam proteção dos animais

Outros estados americanos também criaram e aprovaram leis que proíbem diversas formas de exploração animal

Por Rafaela Damasceno

Alguns estados americanos aprovaram ou estão considerando aprovar leis de bem-estar animal. Entre as medidas consideradas estão: proibir a venda de peles de animais e a exploração deles em testes de cosméticos.

Um grupo de modelos desfilam com casacos de pele
Imagem ilustrativa | Foto: DefrayMent

Na Califórnia, senadores estão discutindo a possibilidade de se tornarem o primeiro estado do país a proibir a importação e venda de produtos feitos com peles de animais.

Kim Kelley, diretora do Animal Legal Defense Fund, afirma que os estados estão passando por uma pressão causada pelas pessoas. “Os ativistas estão fazendo as mudanças acontecerem nas cidades”, declarou.

Banir a venda as peles é um dos maiores esforços de todo o movimento pelos direitos animais, mas o pensamento dos americanos está mudando. Uma pesquisa realizada em maio de 2018 descobriu que 37% das pessoas no país achavam que o uso de peles era moralmente errado. Em maio deste ano, o número aumentou para 45%.

Los Angeles e San Francisco proibiram a venda no ano passado. A oposição na Califórnia se dá por conta grupos da indústria de peles dos Estados Unidos e a Associação Internacional de Peles de Animais. Eles afirmam que proibir a venda prejudicaria o comércio e censuraria o direito dos comerciantes de fazerem suas escolhas.

A Califórnia vem tentando tomar medidas de proteção aos animais já há algum tempo. Em janeiro, se tornou o primeiro estado a proibir a venda de cachorros, gatos e coelhos em lojas de animais.

No ano passado, a Califórnia também se tornou o primeiro estado a proibir a venda de cosméticos testados em animais. Esses passos menores podem, no futuro, contribuírem para a criação de leis federais.

O que os estados vêm fazendo, criando e aprovando leis de direitos animais, reflete o comportamento da população. A quantidade de pessoas conscientes sobre os maus-tratos e pedindo medidas de proteção é cada vez maior.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui