Homem é multado em R$ 260 mil por aprisionar animais ameaçados de extinção

Foto: Divulgação/Polícia Ambiental

Um homem foi preso e multado em R$ 260 mil por maltratar animais ameaçados de extinção, aprisioná-los em cativeiro e por introduzir e reintroduzir espécies sem autorização. O caso aconteceu em Itanhaém (SP).

Foto: Divulgação/Polícia Ambiental

O infrator mantinha 70 animais presos de 63 espécies diferentes. No local, a Polícia Ambiental encontrou araras, tucanos, agapornis, calopsitas, periquitos australianos, red humpeds, papagaios, pintagols e outros animais. As informações são do G1.

Além dos animais, os policiais encontraram no local uma pistola com carregador e onze munições. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Itanhaém.

Apesar do crime, os animais permaneceram sob a guarda provisória do infrator por conta da falta de logística apropriada para resgatá-los e abrigá-los em local adequado, segundo informações da polícia.

tucano-cativeiro
Foto: Divulgação/Polícia Ambiental

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui