CONTEUDO ANDA

Fundo britânico para proteção animal é anunciado na Assembleia Geral da ONU

Em Assembleia Geral da ONU é anunciado fundo para proteção animal

homem-branco-discursando
Primeiro-ministro britânico discursando em Assembleia Geral da ONU. Foto: Spencer Platt/Getty Images/AFP

Fundo foi anunciado em discurso realizado na Assembleia Geral da ONU.


Por Heloiza Dias


O Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou na Assembleia Geral da ONU em New York um fundo de 220 milhões de libras, destinados a proteção de animais ameaços de extinção, como o rinoceronte-preto, o elefante africano, o leopardo-das-neves e o tigre de Sumatra.

O novo Fundo Internacional para a Biodiversidade do Reino Unido não só será utilizado para proteger esses animais, como apoiará projetos que visem interromper a destruição dos habitats naturais. Esse investimento de 220 milhões de libras é só o primeiro passo, o governo britânico afirma que existem outros fundos a serem revelados.

homem-branco-discursando
Primeiro-ministro britânico discursando em Assembleia Geral da ONU. Foto: Spencer Platt/Getty Images/AFP

“A população global de animais está despencando mais depressa do que em qualquer momento da história da humanidade. Agora há mais pessoas na Câmara dos Lordes do que tigres de Sumatra. E corremos o risco de não haver mais tigres quando o próximo ano do tigre chegar, em 2022”, afirmou o Primeiro-ministro.

Em seu discurso, o Primeiro-ministro também deixou claro que as mudanças climáticas e a preservação da biodiversidade, são causas que precisam ser abordadas em conjunto para que haja uma efetiva mudança que promova a preservação do planeta.

“É um privilégio compartilhar nosso planeta com animais majestosos como o elefante africano, o rinoceronte preto e o belo pangolim. Não podemos simplesmente nos sentar e observar como as espécies ameaçadas de valor inestimável são varridas da face da terra por nosso próprio descuido e criminalidade.”, declarou Johnson.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui