Imagens revelam fazendeiro matando animais a sangue-frio: atirando na cabeça de cabritos recém-nascidos antes de jogá-las violentamente em uma lixeira. O vídeo foi filmado secretamente em uma fazenda em Victoria, na Austrália, e divulgado na internet.

Os machos foram mortos por serem considerados sem utilidade para a produção de leite da fazenda. Cerca de dez foram encontrados em uma caçamba de lixo, onde foram descartados. As armas de fogo são utilizadas frequentemente por fazendeiros e são conhecidas popularmente como a maneira mais humana de matar os animais jovens.

Ativistas em defesa dos direitos animais discordam e ficaram horrorizados em ver a frieza presente nos assassinatos. “Apenas um psicopata pode matar rotineiramente. As pessoas que compram os produtos dessas fazendas estão pagando pela crueldade e destruição”, declarou uma pessoa nas redes sociais.

Os filhotes jogados na caçamba de lixo, mortos
Foto: Aussie Farms

Atualmente, há uma discussão sobre as filmagens secretas feitas para denunciar os maus-tratos aos animais. Fazendas e matadouros estão pressionando os governos para punir os ativistas que invadirem os locais para registrar a crueldade.

“Sem ativistas entrando e filmando este tipo de imagem, o público não saberia o que acontece dentro das fazendas”, declarou Chris Delforce, diretor da organização Aussie Farms, em entrevista à Yahoo News Australia. Segundo ele, as pessoas que lutam pelos direitos animais são necessárias porque não há transparência nas indústrias de produtos animais, que escondem a crueldade destinada a eles.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.