ESTADOS UNIDOS

Califórnia proíbe venda de pele de jacaré

O estado americano já vem tentando proibir o comércio há tempos e a lei finalmente entrará em vigor no início de 2020

O estado americano da Califórnia proibiu, inicialmente, o comércio de pele de jacaré em 1970 – mas a indústria de peles lutou contra. Em 2006, uma isenção foi estabelecida e o comércio foi novamente permitido. 

Um jacaré com a boca aberta em um lago
Foto: LiveKindly

Este ano, fabricantes de pele tentaram pressionar o governo para manter o comércio, mas não deu certo. Segundo a PETA, a proibição de venda de pele de jacaré e crocodilos entrará em vigor a partir de 2020.

Anteriormente, o comércio era apoiado por estilistas. Entretanto, a indústria da moda está mudando e se comprometendo a usar alternativas que não envolvam a morte dos animais. A Chanel, no ano passado, declarou que não iria mais usar pele de animais em suas criações. 

As organizações em defesa dos direitos animais são contra as indústrias de peles. Uma investigação recente encontrou jacarés em galpões escuros, em meio à água suja. Os animais tinham suas cabeças perfuradas por varas de metal ainda vivos.

Donatella Versace, chefe da Versace, declarou em março de 2018 para a revista The Economist 1843 que não queria mais saber de peles. “Não quero matar animais para fazer moda. Não sinto que isso é certo”, disse ela.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui