Cachorro salva a vida de tutora ao farejar câncer de mama

Foto: Reprodução/Facebook/Amanda Evans-Nash

Amanda Evans-Nash descobriu que tinha um nódulo em um dos seios após Jimmy, seu cachorro, começar a farejar e bater as patas nessa região do corpo da tutora.


A vida de Amanda Evans-Nash foi salva por Jimmy, seu cachorro. Farejando um nódulo que Amanda ainda não sabia que tinha, o cão começou a ter um comportamento estranho. Ele queria subir no colo da tutora com frequência, cheirava o tronco dela e batia as patas em um de seus seios. Mais tarde, enquanto apalpava a região, Amanda descobriu o nódulo. Após procurar um médico, ela foi diagnosticada com câncer de mama.

Foto: Reprodução/Facebook/Amanda Evans-Nash

O caso aconteceu em Prestwich no Reino Unido, e foi a ação rápida do cachorro que permitiu um diagnóstico precoce, o que foi crucial para a sobrevivência de Amanda.

“Não sei o que seria de mim, nem se eu estaria viva se não fosse por Jimmy”, contou em entrevista ao site Metro.

Apesar do câncer ter se espalhado rapidamente, Amanda venceu a doença. Ela foi submetida a sessões de quimioterapia durante 18 semanas e, depois, passou por uma cirurgia na qual a equipe médica retirou 29 nódulos de seu seio.

Uma biópsia foi realizada e concluiu que Amanda estava totalmente curada – graças ao cachorro.

Foto: Reprodução/Facebook/Amanda Evans-Nash
Foto: Reprodução/Facebook/Amanda Evans-Nash

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui