Cachorrinho abandonado se recusa a sair do lado do amigo morto até para comer

Mesmo desnutrido e doente, Spyder não abandonou seu amigo falecido por nada, ficando ao lado e o vigiando até que a ajuda chegasse e ele finalmente compreendesse que era hora de ir embora e ser cuidado


 

Foto: Rescue Dogs Rock NYC
Foto: Rescue Dogs Rock NYC

Spyder começou a vida negligenciado e ignorado, lutando para sobreviver como um cão abandonado nas ruas da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. Ele foi abandonado junto com seu amigo que, infelizmente, não conseguiu sobreviver – mas mesmo depois que seu amigo faleceu, Spyder ficou ao seu lado, recusando-se a deixar o companheiro sozinho.

O pobre Spyder estava faminto e desidratado, mas ainda estava com o amigo em vez de sair para tentar encontrar ajuda. Seu senso de lealdade era muito forte e ele não suportava deixar seu amigo para trás. Por fim, alguém o notou agarrado ao corpo do cachorro e imediatamente pediu ajuda. O controle animal resgatou Spyder e o levou a um abrigo local para finalmente receber os cuidados de que precisava.

“Ele estava assustado e era muito cauteloso com as pessoas quando foi pego, mas acho que também ficou aliviado ao receber ajuda porque ele estava tão fraco e magro e coberto de feridas abertas por todo o corpo”, disse Jacquelyn O’Sullivan da Rescue Dogs Rock NYC ao The Dodo, “Ele não teria vivido muito mais sozinho, especialmente vagandopor aí sem tratamento médico”.

Foto: Rescue Dogs Rock NYC
Foto: Rescue Dogs Rock NYC

Como o cachorro assustado foi encontrado no feriado do Halloween e também era todo preto, os socorristas decidiram chamá-lo de Spyder.

Depois de ser examinado no abrigo, a equipe descobriu que Spyder tinha parasitas, unhas crescidas além do normal, espaços de pele sem pelo e feridas infectadas por todo o corpo. Ele tinha uma pontuação corporal (de saúde) de um em nove, o que significa que ele estava severamente desnutrido e também desidratado e anêmico.

Foto: Rescue Dogs Rock NYC
Foto: Rescue Dogs Rock NYC

O abrigo ficou preocupado com o fato de o cão de 11 meses estar doente demais para que eles pudessem cuidar adequadamente dele, então eles procuraram o Rescue Dogs Rock NYC, que rapidamente concordou em aceitá-lo.

Spyder foi levado ao parceiro veterinário do abrigo na Carolina do Sul, onde foi imediatamente tratado com fluidos intravenosos e antibióticos. O cachorrinho pesava apenas 15 libras quando chegou e claramente tinha um longo caminho a percorrer antes de ficar totalmente curado. A equipe está confiante de que ele terá uma recuperação completa, pois ele parece estar cada vez melhor a cada dia.

Foto: Rescue Dogs Rock NYC
Foto: Rescue Dogs Rock NYC

“Ele ainda é tímido e desconfiado perto de estranhos, mas está se saindo melhor a cada dia”, disse O’Sullivan. “Ele fica um pouco mais forte a cada dia. Ele tem um longo caminho a percorrer de volta à saúde tanto fisicamente quanto mentalmente.

Spyder é um cão incrivelmente leal que se recusou a sair do lado do melhor amigo mesmo depois que ele faleceu, também provou que é um grande lutador e pode sobreviver nas piores circunstâncias.

Sua doce personalidade já está começando a aparecer, e uma vez que ele se recupere completamente, Spyder poderá encontrar uma família que lhe dê todo o amor e atenção que ele nunca teve antes.

Foto: Rescue Dogs Rock NYC
Foto: Rescue Dogs Rock NYC

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui