INICIATIVA

Agência de Proteção Ambiental dos EUA declara que acabará com os testes em animais

A instituição pretende eliminar a prática cruel daqui 15 anos - um prazo enorme para todos os animais que ainda sofrem

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês), declarou que irá parar com os testes em animais gradativamente até 2035.

Um ratinho branco dentro de uma gaiola
Foto: Shutterstock

A decisão foi bem recebida por ativistas em defesa dos direitos animais e pela indústria química. O plano aprovado pretende reduzir os testes em até 30% até 2025 e, então, eliminá-los totalmente até 2035.

A medida é positiva, mas o prazo é preocupante. Milhões de animais sofrem e morrem em testes como estes em todo o mundo, todos os anos, e esperar décadas para que isso acabe pode resultar no sofrimento constante de várias espécies. Atualmente, já existem várias alternativas capazes de substituir os animais nas experiências. Simuladores, programas de computador, bonecos realísticos em 3D etc.

Os testes em animais são ultrapassados, cruéis e, muitas vezes, ineficientes – os organismos muitas vezes são completamente diferentes dos humanos, fazendo com que os efeitos dos medicamentos sejam diferentes nos corpos das pessoas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui