Cachorrinha se recusa a comer depois de perder seu tutor


Perder seu tutor, sua família, é uma das coisas mais tristes para um cachorrinho. Uma funerária em Langley, no Canadá, compartilhou recentemente uma imagem do último adeus de um cachorrinho para seu guardião.

A mulher do falecido e a cachorrinha debruçadas sobre o caixão
Foto: Elements Cremation, Pre-planning & Burial/Facebook

O homem morreu repentinamente ao sofrer um ataque cardíaco em casa. Sua cachorrinha, Sadie, não saiu do seu lado até que ele fosse levado e começou a apresentar sinais de depressão quando ele não voltou. Por dez dias, Sadie se recusou a comer.

A viúva, tutora de Sadie, acreditou que seria bom para a cachorrinha se despedir de seu guardião, então a levou para o velório. Nos dez dias que passou em jejum, Sadie perdeu 4,5 kg.

Segundo a tutora da cachorrinha, ela precisava perceber que seu guardião se foi e dizer adeus. Funcionou: depois que voltou do velório, Sadie comeu pela primeira vez em mais de uma semana.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, os animais têm capacidade de processar e entender emoções. Histórias como a de Sadie provam que eles são seres sencientes e podem amar com a mesma intensidade que os humanos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CHINA

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA

PESQUISA

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>