Baleia encalha e é fatiada e consumida por moradores em Salvador (BA)


Foto: Projeto Baleia Jubarte

Uma baleia da espécie jubarte teve seu corpo fatiado e sua carne consumida em um “churrasco” após encalhar sem vida na praia de Coutos, na capital baiana. O mamífero marinho, que pesava cerca de 40 toneladas, teve seu corpo retalhado e distribuído entre moradores da região.

Uma série de vídeos mostram diversas pessoas cercando o cadáver do animal e cortando o corpo da baleia. Um dos registros mostra ainda um homem ensinado a revogar a carne com “alho e óleo” e outro elogiando dizendo que a carne do animal tem o mesmo gosto da carne de boi. Há imagens também que mostram pedaços de carne da baleia assando em uma grelha.

No Brasil, o consumo e comercialização de baleias é proibido pela de lei de crimes ambientais. Segundo a zoóloga do Projeto Baleia Jubarte, Luena Fernandes, comer a carne do animal já morto, além de criminoso, também é um risco à saúde pública, pois mamíferos marinhos podem transmitir doenças ou causar intoxicações.

Reprodução

Devido a grave mutilação que o cadáver do animal sofreu, não será possível realizar uma autópsia para determinar a causa da morte ou coletar mais informações sobre o animal. O que não foi consumido pelos moradores será removido por uma equipe da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (LIMPURF), segundo informações do portal Estado de Minas.

Sobre a espécie

Pixabay

Baleias da espécie jubarte são encontradas em oceanos de todo o mundo e a partir costumam migrar para o hemisfério sul entre os meses de julho e julho, onde permanecem até o mês de novembro. A gestação nas fêmeas dura cerca de 12 meses e os bebês dependem inteiramente da mãe para se alimentar e se proteger no início de suas vidas. Atualmente, a maior ameaça à espécie é poluição, a pesca e a caça.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>