PERNAMBUCO

Vozes em Luto Nordeste realiza ato contra envenenamento de animais no Recife

4º Ato Abandono é Violência! foi organizado de forma emergencial após inúmeras denúncias de crueldade contra animais no Conjunto Residencial Ignês Andreazza

Reprodução | Facebook

Por David Arioch

Reprodução | Facebook

No último sábado (24), o Movimento Vozes em Luto Nordeste realizou uma manifestação contra o envenenamento de animais no bairro Areias, no Recife (PE). De acordo com os ativistas, o 4º Ato Abandono é Violência! foi organizado de forma emergencial após inúmeras denúncias de crueldade contra animais no Conjunto Residencial Ignês Andreazza.

Reprodução | Facebook

Além dos membros do Vozes em Luto Nordeste, a iniciativa contou com a participação de mais de 70 moradores. Durante o ato, foram exibidas faixas e cartazes, além da distribuição de panfletos informando sobre o impacto do abandono animal.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Reprodução | Facebook

“Também explicamos por meio de um megafone que envenenar animais é crime de maus-tratos, tipificado no Artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (9.605/98). Durante a marcha nas ruas do residencial, pedimos aos moradores que ao presenciar alguma prática de crime de maus-tratos, procurem, munidos de provas, órgão competente para que sejam tomadas as medidas criminais cabíveis”, informa o movimento.

E acrescenta: “Além de envenenamento, infelizmente outros tipos de violência contra os animais também são comuns no conjunto.” Em homenagem aos animais mortos no Ignês Andreazza, os participantes da manifestação realizaram um funeral simbólico, com entrega de flores e leitura de um poema representando um animalzinho agradecendo por ter sido resgatado.

Saiba Mais

Construído há mais de 30 anos, o Ignês Andreazza é o maior conjunto habitacional da América Latina, com 2.464 apartamentos divididos em 23 blocos, 176 prédios e mais de 14 mil moradores.

Acompanhe o Vozes em Luto Nordeste nas mídias sociais:

Facebook

Instagram


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui