O Ministro da Fazenda da França, Didier Guillaume, recebeu diversas críticas de ambientalistas e partidos da oposição depois de ter sido fotografado em uma tourada, ao lado da ministra Jacqueline Gourault, encarregada da coesão territorial.

Um toureiro na arena
Foto: Dawn

Os dois foram fotografados na primeira fila da arena, onde assistiram ao evento que terminou na morte de seis touros. O deputado Yannick Jadot, do Partido Verde europeu, acusou Guillaume de não se importar com o sofrimento dos animais e definiu sua presença na luta como patética.

O deputado Florian Philippot também criticou o ministro. “O ministro responsável pelo bem-estar animal assiste uma tourada… Depois disso, não podemos esperar nenhuma mudança no cenário da pecuária industrial, que leva os animais para os matadouros cruelmente”, declarou em seu Twitter.

A Fundação Brigitte Bardot, que luta em defesa dos direitos animais, afirmou que o apoio demonstrado pelo ministro às touradas é escandaloso e nojento.

As touradas são proibidas na maior parte da França, mas são permitidas em algumas regiões do sul, onde são consideradas tradições. Felizmente, a popularidade dos eventos vem diminuindo com o passar dos anos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.